Destaque

Instagrammers se arriscam nas alturas para fazer selfies

Uma brincadeira um tanto arriscada, promovida por instagrammers”, tem feito sucesso internet: a mania de fazer selfies no topo de arranha-céus e monumentos. Essa moda ainda não ganhou nome, mas tem sido praticada em diversas partes do mundo.

Algumas pessoas, porém, estão chamando os praticantes de “Demolidores”, em referência ao personagem da Marvel: como o “Homem sem medo”, eles sobem no terraço de prédios altíssimos para conseguir fotografar as melhores vistas da cidade. Há quem suba 346 metros de altura apenas para tirar um selfie, como fez o chinês Daniel Lau ou o britânico Lee Thompson, que se fotografou no alto da cabeça do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

O jovem Kirill Oreshkin é outro famoso “Demolidor”, com fotos quase insanas feitas em prédios, pontes e torres altas (como a Torre Mercury, em Moscou, a mais alta torre da Europa, com 338 metros) sem redes de proteção, cordas ou qualquer outro aparato de segurança. Paixão pela fotografia? Adrenalina? Desafiar os próprios limites? A motivação varia de acordo com a pessoa. Para o canadense Tom Ryaboi, que explora o topo dos edifícios de Toronto desde 2007, “sentir a cidade de um ângulo que não tem qualquer obstrução é mágico, e vale por todos os riscos associados”.

Na maioria das vezes, esses malucos tentam escalar estruturas que a legislação não permite e acabam detidos pelas autoridades. Confira alguns caras que arriscam a própria vida por uma fotografia nas alturas:

kirill-selfie
Foto: Kirill Oreshkin
kirill-selfie-2
Foto: Kirill Oreshkin
selfie-alturas-demolidores
Foto: Humza Deas
selfie-alturas-demolidores-1
Foto: Humza Deas
selfie-alturas-demolidores-2
Foto: Vadim Makhorov

Fonte: Tvi24.

banner_estudio_evolution

Sobre o autor

Suelen Figueiredo

Suelen Figueiredo

Jornalista do iPhotoChannel. Contato: jornalismo@iphotoeditora.com.br

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário