Fotografia subaquática História da Fotografia

Em 1899 era feito um dos primeiros retratos debaixo d’água

A foto em que aparece Louis Boutan, uma das primeiras da história

A história da fotografia é algo fascinante. É incrível notar como a criatividade conseguia vencer as adversidades, como no caso do primeiro “drone” da história, uma pipa. E assim como era dificílimo colocar uma câmera no ar, o mesmo nível de dificuldade se encontrava em ir com a câmera para baixo da água.

Outra foto feita por Louis Boutan, aqui um autorretrato
Outra foto feita por Louis Boutan, aqui um autorretrato

O feito foi realizado pelo biólogo, mergulhador e fotógrafo francês Louis Boutan, que em 1893 começou a desenvolver uma câmera para fotografar debaixo d’água. Anos depois, em 1899, Boutan desenvolvia seu louco aparato de flash debaixo d’água, que é este com um barril que você vê no esquema abaixo:

world-first-underwater-portrait-1899-louis-marie-auguste-boutan-1

A foto que mostra um mergulhador é rodeada de mistério sobre como foi feita – muitos dizem se tratar de um autorretrato ou que teria sido tirada em 1893. Mas o mais provável é que tenha sido na verdade uma foto feita por um mergulhador romeno, Emil Racovitza. A imagem mostra Louis Boutan em Banyuls-sur-Mer, no Sul da França. O Barcelona Underwater Festival recriou o ambiente e equipamentos de Louis Boutan:

Louis Boutan foi um pioneiro da fotografia francesa. No começo, ele trabalhou para um laboratório de biologia marinha onde se apaixonou por mergulho. Com o passar do tempo, Boutan queria mostrar às pessoas o mundo subaquático que tinha o privilégio de experimentar.

Com a ajuda de seu irmão, Louis inventou sua câmera subaquática em 1893. Na época, foi considerada avançada porque o fotógrafo/mergulhador poderia ajustar seu diafragma, placa úmida e obturador debaixo d’água. No entanto, o maior desafio para Louis era de iluminação. Com a tecnologia de flash disponível, demorava meia hora para que as fotos fossem expostas corretamente debaixo d’água.

world-first-underwater-portrait-1899-louis-marie-auguste-boutan-2

Então em 1899, inventou uma lâmpada que queimava com álcool em um tambor cheio de oxigênio. É utilizado um bulbo de borracha para soprar pó de magnésio para a lâmpada, criando um flash. Mesmo que esta criação produzisse muito melhor iluminação do que seus pares, ainda era muito grande. Boutan continuou seu trabalho e fez flashs mais e mais compactos e portáteis, caixas de câmera menores e lentes melhoradas. Louis Boutan foi um dos poucos (senão o único) fotógrafo subaquático de seu tempo e levou a fotografia muito além.

Fonte: Bored Panda


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Ruca Souza

2 comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail












error: Content is protected !!