Fotografia documental

Homens senegaleses carregando os filhos nas costas

Livros de fotografia

Os retratos de Marta Moreira que mostram homens carregando seus bebês nas costas chegaram nas fotografias finalistas do concurso da Sony World Photography 2019. As imagens captadas nas ruas do Senegal, em Dakar, chamaram atenção do mundo inteiro, pois além de se tratar de um retrato incomum de homens carregando bebês, trabalha-se a identidade étnica.

“As pessoas estavam aplaudindo – às vezes era um pouco difícil tirar a foto porque estávamos tendo uma audiência tão grande” conta a fotógrafa espanhola à BBC.

O trabalho fotográfico de Moreira começa com a observação das inúmeras imagens de  2008 de múmias mulheres com bebês. Ao consultar seus amigos senegaleses Moreira conclui que a maioria carregaria seus filhos dentro de casa mas nunca na rua. A segregação entre casa e rua existe de uma forma muito imposta pela cultura.

Mas as mulheres também trabalham e o labor é presente na vida e na cultura, portanto as crianças aprendem que apesar da ausência masculina, nessa etapa da vida, ainda irão passar por muito. Conhecendo a cultura dessa forma Moreira influenciou que os pais posasem para as fotografias.

A pose em que aparecem nas fotografias carregando as crianças nas costas não é algo normal na cultura senegalês “Nós não fazemos isso, não levamos as crianças para a rua nas nossas costas” foi a resposta geral. As fotografias e as poses tornaram-se temas de debates da Bienal Africana de Arte Contemporânea que trouxe a discussão. A fotografia do rapper Badou, popular no meio cultural, chamou atenção, pois ele é conhecido por seu machismo.  

Fonte: BBC

Sobre o autor

Eliza Doré

Eliza Doré

Jornalista do iPhoto Channel é formada pela Univali em Comunicação social com ênfase em jornalismo e pós-graduada em Gestão Cultural, estudou fotografia documental em Buenos Aires.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário