Fotografia documental

Fotógrafo retrata a desvalorização da moeda na crise econômica na Venezuela

Foto: Carlos Garcia Rawlins
Livros de fotografia

Nos últimos anos, a Venezuela vem passando pela maior crise econômica da sua história. Em julho, o FMI (Fundo Monetário Internacional) projetou que a inflação venezuela atingirá 1.000.000% até o fim de 2018. Como resultado, isso causou uma forte desvalorização da moeda.

No mês passado, uma nova moeda passou a circular. Mas foi durante a semana que antecedeu o início das mudanças econômicas que um fotógrafo da agência internacional de notícias Reuters, Carlos Garcia Rawlins, que reside em Caracas, fez uma série retratando a desvalorização descontrolada da moeda no país.

Rawlins colocou na mesma imagem um produto de consumo comum ao lado da montanha de cédulas de 1.000 bolívares fortes necessários para adquiri-lo nos mercados da Venezuela. Para comprar um rolo de papel higiênico, por exemplo, era necessário carregar 2,6 mil notas de 1.000 bolívares fortes.

Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins
Foto: Carlos Garcia Rawlins

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário