Tendência

País proíbe postagem de fotos retocadas com filtros no Instagram

As redes sociais trazem muitas coisas boas para enriquecer nosso conhecimento ou para nossa diversão. Porém, nem tudo são flores. Você já ouviu falar sobre o transtorno dismórfico corporal? É uma doença mental em que a pessoa fica obcecada por um suposto defeito na própria aparência, como o nariz torto, olhos desalinhados ou pequenas imperfeições na pele. Por isso, a Noruega, aprovou uma lei em que torna ilegal a postagem de fotos retocadas com filtros no Instagram e outras redes sociais sem um aviso explícito de que as imagens foram editadas.

Infelizmente, por causa de postagens de influenciadores digitais e celebridades, em redes sociais, está havendo um aumento expressivo no número de casos do transtorno dismórfico corporal, principalmente, entre crianças e jovens. O motivo é simples: a maioria das postagens exalta padrões de beleza irreais, muitas vezes criados através de retoques e correções feitas por filtros no Instagram ou em aplicativos de edição de imagens.

País proíbe postagem de fotos retocadas com filtros no Instagram
País proíbe a postagem de fotos com filtros no Instagram e outras redes sociais | Foto: Pexels

Desta forma, toda foto que tiver algum tipo de edição na pele ou no tamanho ou formato do corpo deve ser identificada com um rótulo criado pelo governo norueguês. A nova lei se aplica a qualquer pessoa que receba algum pagamento ou outro benefício advindo da postagem nas redes sociais. Quem descumprir a legislação estará sujeito à multa ou até, em casos extremos, à prisão.

De acordo com o jornal norueguês Verdens Gang, a nova lei foi bem recebida por vários influenciadores do país, que inclusive, chegaram a sugerir que a lei não deveria ser aplicada apenas as fotos postadas por influenciadores, mas também para todas as pessoas, indiferente da área.

Apesar da nova lei parecer uma boa iniciativa, o próprio Ministério da Criança e da Família da Noruega disse que a lei pode criar um efeito colateral e pressionar os influenciadores a se submeterem à cirurgias estéticas para manter os atuais padrões de beleza estabelecidos em suas postagens sem a necessidade do retoque e edição digital.

Lei similar foi criada na França e em outros países

Em 2017, a França aprovou uma lei para obrigar que todas as fotos modificadas digitalmente, especialmente as que emagrecem ou engordam as modelos, trouxessem o aviso photographie retouchée, “fotografia retocada” em francês. Qualquer violação da lei é punida com uma multa de 37.500 euros.

A lei também pune quem contratar modelos muito magras. O ministério da saúde francês diz que o objetivo é combater distúrbios alimentares e ideais inacessíveis de beleza. lei anti anorexia exige que todas as modelos trabalhando no país, não apenas as francesas, forneçam um certificado médico declarando sua saúde geral e mostrando que seu índice de massa corporal (IMC) é apropriado. Hoje a anorexia afeta entre 30 mil a 40 mil pessoas na França, 90% das quais são mulheres. Países como Itália, Espanha e Israel já possuem leis semelhantes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *