Natureza

Fotografia de natureza de luto: morre Luiz Marigo

fotografia-marigo1
Imagem de Luiz Cláudio Marigo, um dos pioneiros da fotografia de natureza no Brasil

A fotografia de natureza acordou nesta terça-feira (03) de luto, com a notícia da morte do especialista Luiz Cláudio Marigo, aos 63 anos de idade. O fotógrafo, reconhecido internacionalmente, sentiu uma dor súbita dentro do ônibus que o levava para casa, no Rio de Janeiro. Levado ao Instituto Nacional de Cardiologia (INC), Marigo não obteve atendimento – os funcionários estavam em greve e o hospital não tem atendimento de emergência.

As notícias que correram na tarde de ontem davam conta de que um idoso havia morrido em frente ao hospital de cardiologia. Só mais tarde o homem que havia sofrido enfarte foi identificado como sendo Marigo. Um filho do fotógrafo o identificou numa foto divulgada pelo site do jornal O Globo.

Durante a cerimônia de despedida de Marigo, na tarde desta terça, no Cemitério São João Batista, bairro Botafogo, além do luto e da tristeza, houve manifestações de indignação: “Segundo relatos, Luiz Cláudio entrou bem no ônibus. Estava animado, mas sentiu uma dor forte no peito. O motorista disse que ia levá-lo para o Instituto Nacional de Cardiologia, que é referência. Chegando lá, a equipe de atendimento disse que não ia atendê-lo e que ligasse para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que acabou demorando muito”, disse à reportagem do Globo Cecília Marigo, 69, viúva do fotógrafo. Gustavo, 32, filho do casal, acrescentou: “O hospital recusar ajuda é revoltante. Todo médico faz aquele juramento, cujo sentido é ajudar, mas faltou a consciência que o motorista, passageiros e pedestres tiveram”, afirmou.

Sobre o autor

Alcides Mafra

Alcides Mafra

Jornalista e colaborador do iPhoto Channel (alcidesmafra@iphotochannel.com.br)

8 comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Só nos resta a indignação… Diante de tanta desumanidade…
    “Um idoso havia morrido em frente ao hospital de cardiologia…(vítima de ataque cardiaco)” Assisti ontem, pelo JN da Globo, e quando falaram o sobrenome “Marigo”, me veio a lembrança do nome ligado á fotografia de natureza que tantas vezes foi mencionado na revista “Fotografe Melhor”, que sou assinante. E cujo trabalho sou admirador.

    • “MARIGO”= FANTÁSTICO. Realmente difícil compreender que as pessoas não sabem quem foi e o que ele fez…. Gosto muito do trabalho dele, infelizmente as pessoas estão valorizando “coisas pequenas” . Hoje nosso dia a dia só faz correr atrás de grana, esquecemos dos valores, que nos dão o prazer real de conhecer o trabalho de artistas como ele, como Sebastião Salgado. É isso!!!

  • É uma pena o ocorrido, pois enquanto o Brasil comemora algumas coisas fantásticas como a Copa do Mundo no nosso pais; Convivemos com outra realidade que é a desvalorização e a falta de respeito por profissionais da Saude, da educação e da segurança; Temos que conviver com situações como esta que nos deixa revoltados e infelizmente tristes pela falta de socorro da Marigo e sua morte; E ele tinha tanto o que nos mostras; Morremos um pouco cada dia…

    • Aprendi muito lendo e escutando MARIGO. Era o melhor. Sem estrelismos, conseguiu nos aproximar ainda mais do Criador. Nossas matas e bichos perderam um pouco suas cores. Obrigado pelos ensinamentos Amigo. * EM TEMPO: ÊTA PAIZINHO PRETO E BRANCO!…

  • Mais uma tragédia, que me faz lembrar do mestre da arquitetura espanhol Antony Gaudi, que, enquanto cuidava da construção da Catedral da Sagrada Familia, sua obra monumental, ainda inacabada, em Barcelona, foi atropelado, morto, e quase foi enterrado como indigente, devido ao fato de estar mal vestido e sujo, porque estava trabalhando juntamente aos operários, em sua obra fantástica, um dos ícones da arquitetura mundial.
    Marigo se vai, e deixa uma grande lacuna na fotografia contemporânea brasileira, infelizmente.
    Porém, vai-se o artista, permanece sua obra.
    O mundo pequeno desconhece os artistas, porém, é forçado a reconhecer a sua obra.

  • Vivemos hoje num mundo sem coração, as pessoas só pensam em dinheiro e quando não conseguem atropelam outras sem dó, sem receio do que estão fazendo com o ser humano, estamos esquecendo do valor real das coisas, de fotos belíssimas que foram feitas por ele, pessoas de valores são esquecidas em nome do tal “DINHEIRO” do tal “STATUS” é isso ai… um dia quem sabe as coisas vão melhorar…

  • É triste, porém, êste caso, é apenas uma das consequências das absurdas atitudes que administração deste hospital vem tomando.Embora o hospital seja público, as pessoas só conseguem ter acesso a novos atendimento se forem indicados por médicos do hospital, ISTO É, VOCÊ SÓ SERÁ TRATADO NESTE HOSPITAL SE VOCÊ FOR PACIENTE PARTICULAR DE ALGUM MÉDICO DO HOSPITAL DE CARDIOLOGIA DE LARANJEIRAS, PRIVATIZARAM O HOSPITAL!!!!!Eu só tomei conhecimento desta situação, quando eu fui me aposentar, depois de 30 anos, e quiz fazer uns exames no hospital que eu trabalhei durante 10 anos. Aí, fui informado que eu teria de pedir a um colega de trabalho que era amigo do médico coordenador do hospital para ser atendido no primeiro atendimento. Antigamente era diferente