Eventos

Festival de Fotografia Paraty em Foco adota forma híbrida por causa da pandemia

O tradicional Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco optou por um formato híbrido em 2020 em função da pandemia do coronavírus e mesclará a programação entre o formato online e presencial. O evento acontecerá entre os dias 21 e 25 de outubro e os amantes da fotografia de todo o Brasil vão poder recarregar a bagagem de conhecimentos com atividades pagas e gratuitas disponíveis online ou visitar as exposições físicas na quadra da Igreja Matriz e na Praça da Matriz no Centro Histórico da cidade, tudo de acordo com os protocolos de saúde.

A série Encontros PEF 2020 será gratuita e o conteúdo será gravado e editado, com as dos convidados estrangeiros legendadas, elas serão exibidas em dias e horários programados durante o Festival no canal do Youtube Canal TV PEF – Festival Paraty em Foco e nas mídias sociais. Os Workshops também serão online e acontecerão nos dias do Festival. Coordenados por Nilo Biazzetto e sua equipe da Escola Portfólio de Fotografia de Curitiba, terão somente 12 vagas cada para garantir o máximo aproveitamento. As inscrições poderão ser feitas pelo site do Festival ou pelo site da Escola.

Presencial e virtual

As exposições da Convocatória Paraty em Foco nas categorias “Ensaio”
e “Foto Única” e da Selfie em Foco vão ocupar a quadra ao lado da Igreja
Matriz, enquanto as mostras do holandês Jeroen Toirkens, do norueguês
Øistein Johannessen e das brasileiras Betina Samaia e Paula Clerman
ganharão os calçadões da Praça da Matriz. A 16a edição do PEF vai homenagear o paulistano German Lorca, uma das estrelas do movimento Fotoclubismo no Brasil que, aos 98 anos, participa de um Encontro por meio de um vídeo gravado em que responde bem humorado a perguntas feitas por seu filho José Henrique Lorca.

German Lorca será homenageado pelo Paraty em Foco 2020

Entre os convidados internacionais para a série Encontros PEF 2020 se destacam o fotógrafo espanhol Vicente Albero, entrevistado por sua conterrânea Milli Sanches e pelo inglês Mike Steel (editores da revista “Ojos Rojos”), e o americano David Alan Harvey, que conversa com a boliviano- americana Maria Daniel Balcazar. O holandês Jeroen Toirkens será entrevistado Paulo Marcos M. Lima, que conduz também um Encontro em que a galerista Helen Gulaker Hansen apresenta o fotógrafo Dag Alveng, ambos noruegueses. O alemão Micha End será entrevistado por Pedro Karp Vasquez.

Os brasileiros também protagonizam os Encontros PEF 2020. O editor da revista Fotografe Melhor, Sérgio Branco, e Vitor Marigo prestam uma homenagem ao fotógrafo Luiz Cláudio Marigo (1950-2014) e discorrem sobre o trabalho do fotojornalista já falecido. Betina Samaia e Paula Clerman serão mediadas pela curadora Cristianne Rodrigues. Juan Esteves conduz três Encontros: um que reúne Rogério Assis e Ciro Girardi e outros com Claudio Edinger e André Cipriano.

Nos Workshops online uma seleção do melhor da fotografia brasileira,
com Lilian Barbon, Claudio Edinger, Jacqueline Hoofendy, Orlando Azevedo, Fernanda Chemale, Claudio Feijó, Eustáquio Neves, Pedro Karp Vasquez, Guy Veloso e Marcio Scavone. Eles custarão R$450. Sempre com a direção de Giancarlo Mecarelli, o Paraty em Foco 2020 contou com apoio na curadoria do fotógrafo e crítico de fotografia paulista Juan Esteves e com a colaboração de toda a equipe PEF. Sabia mais no site do Festival.