Fotografia de retratos

Essas fotos são de pessoas estranhas ou de gêmeos? Fotógrafo fez um projeto surpreendente

Possivelmente alguém já disse que você é muito, muito parecido com outra pessoa. E isso tipo de comparação está se tornando cada vez mais comum. Um estudo da Universidade da Carolina do Norte (EUA) apontou que o rosto das pessoas estão se tornando cada vez mais parecidos. Os cientistas chegaram a essa conclusão depois de avaliar mais de 200 crânios portugueses e espanhóis dos últimos quatro séculos.

Não por acaso o fotógrafo canadense François Brunelle tem um projeto em que já fotografou mais de 250 pessoas absolutamente estranhas, sem qualquer laço sanguíneo, com uma semelhança muito grande, às vezes, dando a impressão de que são gêmeos, mas na verdade são apenas sósias. Fascinado com o rosto humano desde 1968, ele começou a fazer os retratos bem antes de pensar em lançar a série. “Minhas primeiras fotos foram simplesmente de pessoas próximas que eu conhecia e que eram parecidas. Então, quando a mídia divulgou meu projeto, mais pessoas se apresentaram para participar dos ensaios”, contou Brunelle.

As pessoas que participam do projeto não recebem nenhum valor em dinheiro para fazer os ensaios, mas recebe uma foto selecionada por Brunelle, que futuramente também será utilizada numa exposição e em um livro.

Atualmente, Brunelle disponibiliza um site para que qualquer pessoa ao redor do mundo possa enviar imagens se conhecer duas pessoas parecidas. Veja abaixo mais algumas fotos do projeto e também acompanhe o Instagram do fotógrafo.