Criado o primeiro Robô que tira fotos e entende o que é uma boa composição

Pesquisadores da Universidade de Cornell, situada em Ithaca, Nova Iorque, criaram um robô para tirar fotos que entende o que é uma composição boa e esteticamente agradável. Inclusive, o robô já tem feito fotos para o AirBNB (aplicativo de locação de casas e apartamentos) e pode ser treinado para usar suas habilidades em qualquer lugar.

O sistema robótico é chamado AutoPhoto e foi desenvolvido pelo aluno de mestrado Hadi AlZayer junto com outros dois outros pesquisadores da Universidade. Hadi AlZayer disse ao site Cornell Chronicle que a ideia surgiu de sua dificuldade de receber fotos com ângulos melhores. “Sempre que pedia a estranhos para tirar fotos para mim, acabava com fotos mal compostas. Isso me fez pensar”, disse ele.

Criado o primeiro Robô que tira fotos e entende o que é uma boa composição

As variáveis ​​usadas pela mente humana para criar uma foto com uma boa composição são complicadas, mas o pesquisador acreditava que poderia ser automatizar tudo isso com um algoritmo. Depois que o algoritmo básico foi criado, ele o ajudaria a refinar a técnica por meio de um processo de aprendizado chamado “aprendizado por reforço”.

Acredita-se que o AutoPhoto seja o primeiro sistema robótico a usar um modelo de aprendizado de máquina estético e representa um grande desenvolvimento no uso de robôs autônomos para documentar espaços. Conforme explicado pelo Engadget, sua iteração atual pode ser usada para fotografar interiores para imóveis ou aluguéis, como o AirBNB. Veja abaixo um pequeno vídeo com exemplos de como o robô AutoPhoto funciona:

Shutter Stock Shutter Stock
Vídeo mostra como o robô tira fotos com uma boa composição

Como o robô sabe o que torna uma foto “boa” e com uma boa composição?

O processo de como uma foto é tirada começa com o que só pode ser descrito como fotos ruins. Mas o robô usa o algoritmo AutoPhoto para continuar a refinar a imagem original e obter uma melhor noção de seu ambiente. O robô passará por cerca de uma dúzia de iterações antes de criar uma foto com qualidade visual igual a algo visto no AirBNB.

Criado o primeiro Robô que tira fotos e entende o que é uma boa composição
Esquerda: O sistema AutoPhoto implantado no robô Clearpath Jackal. Direita: Fotos capturadas de forma autônoma pelo AutoPhoto. | AutoPhoto: captura de fotos estéticas usando aprendizado por reforço

“Você pode essencialmente fazer melhorias nos comandos atuais. Você pode fazer um passo de cada vez, o que significa que você pode formulá-lo como um problema de aprendizado por reforço”, disse AlZayer ao Engadget.

Essa maneira de aprender significa que os pesquisadores não precisam ensinar ao robô técnicas de fotografia mais “tradicionais”, como a regra de ouro ou a regra dos terços, “regras” que muitos fotógrafos acabarão desconsiderando mais tarde em suas carreiras. “Esse modelo estético ajuda o robô a determinar se as fotos tiradas são boas ou não”, explicou o pesquisador.

Criado o primeiro Robô que tira fotos e entende o que é uma boa composição
O AutoPhoto transfere da simulação para a vida real para capturar fotos bem compostas. | AutoPhoto: captura de fotos estéticas usando aprendizado por reforço

A parte mais desafiadora do desenvolvimento do AutoPhoto foi que a equipe teve que começar inteiramente do zero, pois não havia um número de linha de base existente que eles estivessem tentando melhorar. A estética é subjetiva, e ensinar subjetividade por meio de algoritmos é particularmente desafiador: a equipe teve que definir todo o processo e o problema.

Os pesquisadores acreditam que é apenas o começo da fotografia autônoma que permitiria aos robôs capturar imagens esteticamente agradáveis ​​de ambientes perigosos ou remotos sem a intervenção de humanos. Uma coisa é ter fotos de Marte, outra é ter fotos bonitas de Marte. Isso, argumenta a equipe de pesquisa, é onde o AutoPhoto pode ser extremamente útil no futuro.

Fonte: Engagdet e Petapixel

Artigos relacionados