Como fiz a foto: Simba, o cachorro motoqueiro

No Como fiz a foto de hoje, trazemos a fotografia de pet de Renato Paraschin. O fotógrafo explica como surgiu a ideia e passo a passo como conseguiu fazer esta ótima e divertida fotografia do Simba, o cachorro motoqueiro. Confira a história de Renato Paraschin:

“Percebendo a falta de um serviço fotográfico mais voltado para a cachorrada, e vendo que os bixanos a cada dia fazem mais parte da família, criei o projeto “Pet Session”, que consiste em fotografar seu animal de estimação em um ambiente de luz controlada, estúdio.

Antes de cada trabalho costumo conhecer um pouco sobre o animal, seu temperamento, como costuma brincar e interagir com seu dono, para criar assim métodos mais favoráveis para a captação das imagens.

Foto: Renato Paraschin
Foto: Renato Paraschin

No caso do Simba, o cachorro da foto selecionada para a Foto do Dia, trata-se de um cachorro motoqueiro! Assim me fazendo colocar as barbas de molho por se tratar de um cachorro bem ativo, porém disciplinado. Para mim, o segredo é deixar o cão bem a vontade, deixar que o mesmo antes da sessão faça o reconhecimento do espaço, dos equipamentos a serem utilizados, para que não exista muita desconfiança por parte dele, embora isso seja inevitável.

 

iphoto-como-fiz-a-foto-simba-cachorro-motoqueiro-1

Costumo usar adereços do próprio cachorro nas fotos, o óculos amarelo é o usado por ele nos passeios de moto. Faço uso de palavras chaves que aguçam os sentidos deles, assim proporcionando expressões diferentes e atenção, como “quer passear”, “biscoito”, “olha o gato”. Enfim, sempre me informo com seus donos quais são essas palavras; grunidos esquisitos feitos com a boca também desempenham essa função, rs. E claro, ter petiscos, como bifinhos e biscoitos ajuda muito também.

Foto: Renato Paraschin
Foto: Renato Paraschin

Paciência é algo bastante comum nesses ensaios e estar sempre preparado para o clique também, um bocejo ou uma latida pode ser a foto da sessão!

Tecnicamente uso uma tocha de 400w num angulo de 45 graus, com um softbox octagonal próximo ao cão para uma luz mais suave (posicionada mais lateralamente para dar mais volume aos pelos), com um rebatedor branco suavizando as sombras do lado oposto. Nessa foto usei uma Câmera Canon 60D, com abertura f/8 e velocidade  1/160, com uma lente 24-70mm f/2.8 da Canon.

iphoto-como-fiz-a-foto-simba-cachorro-motoqueiro-6

Quer participar do quadro “Como Fiz a Foto”? Mande sua história para jornalismo@iphotoeditora.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *