Dicas de Fotografia

Como fazer um ensaio fotográfico remoto através do FaceTime?

O fotógrafo Tim Dunk foi um dos pioneiros no mundo a fazer fotos remotamente e ele explicou em detalhes para o site PetaPixel como ele faz os retratos à distância usando o FaceTime. Se você ainda não ouviu falar em fotografia à distância ou ensaios fotográficos remotos, eles ganharam forma e tem se tornado opções para muitos fotógrafos, que precisam continuar trabalhando mesmo durante o isolamento social. Então, acompanhe atentamente como Tim faz suas fotos remotamente.

Fotos: Tim Dunk

“Usando o FaceTime, no meu MacBook Pro, e meu cliente usando um iPhone sob minhas orientações pude fazer retratos de pessoas isoladas, distanciadas do mundo e de outras pessoas. Tive sorte o suficiente para que meus retratos do FaceTime realmente chamassem a atenção das pessoas”, disse Tim. E aqui vale um detalhe importante: o FaceTime é um aplicativo padrão em iPhones / Macs no sistema iOS. Ou seja, se você tem um Android ou Windows, a alternativa é usar outro software, como o Skype. Porém, as dicas de Tim servem para qualquer plataforma.

Fotos: Tim Dunk
Fotos: Tim Dunk

“Eu chamo o meu cliente pelo FaceTime do meu Macbook. Meu cliente recebe a chamada com um iPhone. Há um botão na tela para tirar uma foto, ela tira uma foto ‘Ao vivo’, que é basicamente um vídeo de 3 segundos do qual você pode tirar fotos. Porém, para esta opção estar ativa é necessário o cliente ajustar as configurações do FaceTime (Configurações> FaceTime> Fotos ao vivo – Ativar). E por fim, o telefone também precisa estar configurado para fazer upload de fotos no iCloud”, explica Tim. E isso é toda parte técnica de configuração do telefone do cliente. Com isso feito, Tim parte para a questão fotográfica em si.

“Começamos procurando uma boa luz, que pode ser próximo de persianas ou cortinas. Sempre há muitas opções pela casa. Junto com o cliente vamos percorrendo a casa para encontrar o local apropriado. É uma diversão bem-vinda para mim e para eles”, conta o fotógrafo. Com a luz definida, Tim orienta o cliente para posicionar o celular em determinado enquadramento ou, se tiver outra pessoa junto, que segure o aparelho na posição que Tim entende como a melhor. Então, ele faz os cliques. Tim não detalhou como dirige ou monta as poses das fotos. Então, uma boa sugestão é analisar as fotos deste post e acessar o site dele onde existem várias sessões para servir de inspiração. Como foi feita a sincronização de upload para o iCloud (armazenamento nas nuvens), as fotos automaticamente ficam salvas para acesso imediato do fotógrafo e sem necessidade do cliente fazer mais nada.

Fotos: Tim Dunk

“Com as fotos prontas, eu importo para o Lightroom, onde trabalho bastante! Uso o Pincel para ajustar melhor a luz e sombras. Porém, é importante destacar! A qualidade da imagem não será ótima com a imagem feita numa câmera! Então, abrace o conceito e estilo desse tipo de imagem. Eu fiz mais de 300 sessões e contando. As imagens resultantes mostram as pessoas em suas casas, tão variadas e interessantes quanto qualquer outra sessão de retratos”, finaliza o fotógrafo. Se gostou da ideia também leia este outro post: Fotógrafa está com a agenda cheia com ensaios à distância em projeto inovador.

Fotos: Tim Dunk