Dicas de Fotografia

3 formas de criar fotografias com fundo desfocado

Foto: Yacine Bessekhouad

A técnica da foto com fundo desfocado é bastante apreciada por muitos que começam na fotografia. Quando você isola do assunto principal do fundo, o aspecto da imagem costuma ficar mais suave, ou por vezes mais contundente dependendo do tema.

Um retrato com o fundo desfocado
Um retrato com o fundo desfocado

O fotógrafo Yacine Bessekhouad listou para o Digital Photography School 3 formas de conseguir o fundo desfocado, ou melhor, a profundidade de campo rasa. A técnica também é conhecida como bokeh (“borrão”, em japonês). “Se eu lhe mostrar dois retratos diferentes, um com o fundo desfocado e um com um fundo nítido, você vai preferir automaticamente o com desfoque. Por quê? Porque é assim que é”, diz o fotógrafo. As fotos na matéria também são de Yacine Bessekhouad.

1 – A abertura importa

Quanto maior for a abertura do diafragma (ou seja, quanto menor o número f), mais rasa será a profundidade de campo. Por exemplo, f/2.8 é uma abertura grande e cria profundidade de campo rasa.

Retrato com diafragma em f/1.8
Retrato com diafragma em f/1.8

Caso você use uma lente de kit, como a 18-55mm, será possível conseguir abertura no máximo f/3.5 em 18mm e f/5.6 em 55mm. Isso desfocará um pouco o fundo, mas seu assunto também precisará estar mais longe. A forma mais fácil e eficiente será fotografar com uma lente de 50mm f/1.8: com este número f de abertura, o diafragma ficará muito mais aberto, causando um desfoque mais intenso no fundo. E estas costumam ser as lentes mais baratas.

Aprenda o que é abertura e diafragma na fotografia

Com uma lente como a 50mm, você vai começar a criar um bokeh mais agradável a partir de f/2.8. Então, a lição número um é usar uma lente com uma abertura de diafragma realmente grande: esta é a primeira forma de conseguir o fundo desfocado. Uma dica importante para quem está começando e não sabe nada sobre lentes: a 50mm não faz “zoom”. Esse mal entendido ocorre porque muitos começam com a 18-55mm, que vai de 18 até 55mm. A 50mm tem apenas essa distância focal, é o que chamamos de lente fixa. Leia uma matéria sobre a objetiva 50mm no iPhoto Channel.

2 – A distância entre a câmera e o assunto controla a profundidade de campo

Essa é a solução de quem usa a lente do kit. O fotógrafo Yacine Bessekhouad propõe um exercício: “Levante o seu polegar na frente de seu olho direito, de perto, e olhe para ele, com o olho esquerdo fechado. Você vai perceber que o fundo está borrado. Agora mova seu polegar longe de seu olho, mantendo o foco no polegar. Você vai notar que o fundo não ficará mais tão desfocado. Isso funciona com a sua câmera. Quanto mais perto você chegar de seu assunto, mais desfocado o fundo ficará”.

Em 40mm f/5.6 não há muito efeito bokeh no fundo.
Em 40mm f/5.6 não há muito efeito bokeh no fundo, porque esta abertura não é tão grande.
Aqui o fotógrafo chegou mais perto da árvore, com a mesma lente, em 40mm e abertura f/5.6. A aproximação do assunto, assim como na experiência do polegar, deixou o fundo mais desfocado.
Aqui o fotógrafo chegou mais perto da árvore, com a mesma lente, em 40mm e abertura f/5.6. A aproximação do assunto, assim como na experiência do polegar, deixou o fundo mais desfocado.
Aqui foi utilizada uma lente 50mm em f/1.8. A abertura grande deu um grande desfoque ao fundo
Aqui foi utilizada uma lente 50mm em f/1.8. A abertura grande deu um desfoque mais intenso ao fundo
Também em 50mm f/1.8, se você chegar ainda mais perto conseguirá um efeito mais intenso.
Também em 50mm f/1.8, se você chegar ainda mais perto, conseguirá um efeito mais intenso.

Se você parar por um segundo e refletir, vai perceber que todas as fotos macro tem uma profundidade de campo rasa, portanto, um bokeh suave. Isso ocorre porque os fotógrafos macro ficam muito perto de seus assuntos.

Uma fotografia macro: com o foco muito próximo ao objeto, o fundo é desfocado.
Uma fotografia macro: com o foco muito próximo ao objeto, o fundo é desfocado.
Aqui foi utilizada a lente 50mm em f/1.8. Note que o fundo e a frente da foto ficaram desfocados, apenas o assunto (a folha) ficou nítido.
Aqui foi utilizada a lente 50mm em f/1.8. Note que o fundo e a frente da foto ficaram desfocados, apenas o assunto (a folha) ficou nítido.

Mesmo que você tenha uma abertura de f/5.6, se colocar sua câmera realmente perto de seu assunto vai obter um fundo desfocado. Porém, saiba que os fotógrafos macro usam lentes especiais que lhes permite captar imagens de muito perto. Lentes padrão têm um limite em relação à distância que as coisas começam a ficar em foco, assim como se você olhar muito de perto um objeto, seu olho não conseguir focar.

3 – A distância focal da lente muda a percepção da profundidade de campo

A distância focal é aquele número em milímetros (mm) na sua lente. De 8mm à 35mm temos as lentes grande angular (nos proporcionam ângulos abertos); de 35mm até 100mm as lentes padrão (nos proporcionam ângulos parecidos com o que vemos com os olhos) e de 100mm e acima de 400mm as teleobjetivas (aquelas que vão mais longe).

Aqui foi utilizada uma lente zoom macro de 300mm
Aqui foi utilizada uma lente zoom macro de 300mm

Se você não puder chegar perto de seu assunto, mas ainda quer isolá-lo com um fundo desfocado, deverá usar uma lente com distância focal longa (teleobjetiva). “A coisa mais legal com lentes de distância focal longa é que você pode fotografar retratos, animais selvagens, macro, e isolar do fundo qualquer coisa que você não possa chegar perto”, explica o fotógrafo. A outra vantagem é que você não precisa de uma grande abertura, uma abertura de f/6.3 vai lhe dar fundos desfocados.

Imagem feita com uma teleobjetiva
Imagem feita com uma teleobjetiva

A distância focal maior, mais longa, lhe dará uma profundidade de campo mais rasa, porque o assunto é comprimido, ou seja, o fundo vem para perto.

Entenda a distância focal de cada lente