Câmeras, lentes e iluminação Equipamentos de fotografia História da Fotografia

12 câmeras icônicas que marcaram a história da Nikon

Foto: John Harris/B&H
Como montar a pose perfeita

Há exatamente 100 anos, três empresas ópticas japonesas se juntaram para formar a Nippon Kōgaku (que viria mais tarde a se chamar Nikon). Começou assim uma das marcas de câmeras mais apreciadas e mais prestigiadas do mundo. A nova empresa logo ganhou reputação por suas lentes e instrumentos ópticos. Então, com o surgimento da Segunda Guerra Mundial em 1939, tornou-se a principal fornecedora de equipamentos ópticos para o exército japonês. Quando a guerra terminou, com a ajuda das forças aliadas de ocupação, a produção de equipamentos civis foi retomada.

A primeira câmeraNikon Model I, lançada em 1948, era uma rangefinder 35mm. Externamente, mostrou uma forte semelhança com a Contax II, fabricada na Alemanha em 1936. O formato do negativo era de 24x32mm, menor do que o tamanho convencional de 24x36mm, para mais economia do filme de 35mm e para combinar melhor a proporção de 10×8 polegadas usada nas impressões fotográficas. A câmera era fornecida com uma lente Nikkor 50mm f/3.5 ou f/2, um visor combinado foi construído e o disparador do plano focal foi acelerado 1-1/500s. Menos de 800 foram fabricadas antes de evoluir para a Nikon M.

O surgimento da Guerra da Coréia em 1950 trouxe jornais fotográficos para o Oriente, onde descobriram a qualidade das lentes Nikkor quando ligadas às suas câmeras alemãs Contax. Os modelos da Nikon rangefinder continuaram a evoluir e em 1959 a Nikon lançou sua primeira câmera de 35mm, a Nikon F – e o resto, como dizem, é história.

Veja abaixo uma lista com alguns dos modelos mais influentes e importantes da Nikon:

Nikon F

A Nikon F, introduzida em abril de 1959, foi a primeira câmera SLR da empresa. Era uma das mais avançadas da época. Embora muitos dos conceitos já tivessem sido introduzidos antes, o modelo foi revolucionário por combiná-los em uma única câmera. Foi produzida até outubro de 1973 e então substituída pela Nikon F2 . Os aspectos do seu design permaneceram em todas as câmeras SLR subsequentes da Nikon.

Foto: Wikimedia Commons

Nikomat FT

A Nikomat (ou Nikkormat), que teve início com o modelo FT, foi uma série de câmeras mais econômica da empresa, que foram produzidas de 1965 até 1978. Os modelos eram mais simples e mais acessíveis do que a linha profissional da marca, porém, aceitavam as mesmas lentes da série Nikon F.

Foto: Wikimedia Commons

Nikon F3

Introduzida em 1980, as câmeras da série Nikon F3 apresentaram a maioria das variações do modelo de qualquer câmera Nikon F. Foi também a primeira de inúmeras câmeras da série F da Nikon a ser estilizada pelo designer italiano Giorgetto Giugiaro, incluindo uma faixa vermelha no punho que se tornaria mais tarde uma assinatura de muitas câmeras Nikon.

Foto: Wikimedia Commons

Nikon FE2

Fabricada de 1983 a 1987, a FE2 foi concebida como uma alternativa de qualidade para as SLR 35mm amadoras de outros fabricantes, que eram mais baratas.

Foto: Wikimedia Commons

Nikon FA

Fabricada de 1983 a 1987, a Nikon FA ficou famosa pela introdução do sistema de medição Automatic Multi-Pattern (AMP), que funcionava dividindo a cena para ser medida em cinco segmentos: quatro organizados dois a dois em um quadrado e o quinto no centro.

Foto: Wikimedia Commons

Nikon F4

Introduzida em 1988 como a próxima geração na linha de câmeras profissionais da série F, a Nikon F4 tinha design industrial de Giorgetto Giugiaro e foi a primeira câmera profissional da marca a apresentar um sistema de autofoco prático.

Nikon D1

Movendo-se para a era digital, a D1 começou a ser desenvolvida em 1996, quando a Nikon estava trabalhando com a Kodak, então líder de mercado na tecnologia digital. A Nikon D1 foi introduzida em 15 de junho de 1999 e foi a primeira DSLR da Nikon e também a primeira DSLR de um grande fabricante que foi projetada para ser digital desde o início.

Foto: Wikimedia Commons

Nikon D3

Lançada em 2007, foi a primeira DSLR full frame da empresa, com um sensor CMOS de 36×23,9mm e 12MP efetivos. Foi chamada de “FX” para diferenciá-lo dos modelos DX equipados com um sensor APS-C.

Foto: Ken Rockwell

Nikon D90

Introduzida em 2008, causou uma grande agitação por ser a primeira DSLR a com tecnologia de gravação de vídeo. Mais importante para muitos entusiastas no entanto, foi o fato de que ela também tinha a mesma tecnologia da D3 em um formato APS-C, a um preço mais acessível.

Nikon D800

Lançada em 2012, esta full frame de 36MP impressionou o mercado. Embora houvesse algumas preocupações sobre os níveis de ruído em relação ao ISO 3200 e os enormes arquivos brutos, a D800 tornou-se um grande sucesso entre os fotógrafos de estúdio, retrato e casamento – o modo burst relativamente lento a tornou menos atrativa para fotógrafos de imprensa e esportes.

Nikon D750

Lançada em 2014, a D750 apresenta um bom equilíbrio de resolução full frame, bom desempenho de ISO estendido e gerenciamento compacto. Tornou-se popular entre fotógrafos de casamento e de viagens.

Foto: Ken Rockwell

Nikon D5

Lançada em 2016, a Nikon D5 se destaca pela velocidade, autofoco e capacidade ISO elevada. Baseada em torno de um sensor de 20,8MP projetado para minimizar o ruído, ela oferece uma impressionante gama de sensibilidade ISO 100-102.400, sistema de focagem automática de 153 pontos e modo burst de 12 fps com AF total. Outro destaque inclui a captura de vídeo de 4k (3840×2160) 30p.


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Livro - Fotografia de Bebês
Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é redator do iPhoto Channel. Natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail