Gaivota “boicota” ensaio de Evandro Rocha

Drones-Caribe1
Foto captada por Evandro Rocha a partir de um drone

Por essa, o fotógrafo paulista Evandro Rocha, 30, não esperava. Ele estava realizando um trabalho nas ilhas Turks e Caicos, no mar do Caribe, usando um drone (veículo aéreo acionado por controle remoto) para fazer algumas tomadas áreas, quando seu aparelho foi “abatido” por uma gaivota.

Drones-Caribe3
O trícoptero (drone) usado para imagens aéreas, antes da queda. Por sorte, Evandro tinha outros três de backup

Para azar do brasileiro, o aparelho despencou no mar, a cerca de quinze metros de profundidade. “Na hora, corri e mergulhei na tentativa de resgatá-lo, sem sucesso”, conta Evandro, que na ocasião gravava imagens de um casal navegando com stand up paddles e estava acompanhado de Oswaldo Neto, da empresa Cinefly.

Como a dupla contava com outras três aeronaves e câmeras de “estepe”, pôde seguir normalmente com o trabalho. De todo modo, o rapaz que estava em um dos caiaques viu o momento exato em que a gaivota atacou o drone. Após as filmagens, ele arriscou um mergulho e, usando pés-de-pato, conseguiu resgatar o equipamento.

O drone e a câmera a bordo foram danificados (a testemunha não soube dizer se a ave se machucou), porém o cartão de memória estava intacto.

Não é a primeira vez que Evandro Rocha usa esse tipo de equipamento, que é controlado através de imagem transmitida em tempo real para óculos especiais. Ele já havia experimentado a tecnologia, cuja aplicação em fotografia é recente, durante um ensaio em Veneza. Confira abaixo o vídeo:

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *