Destaque Fotografia de casamento

Fotógrafo mostra o romance e elegância de casais muçulmanos

Foto: Said Mhamad

Casais muçulmanos muitas vezes podem ser um mistério para o Ocidente. Geralmente, o que costumamos ter acesso em relação aos muçulmanos são apenas detalhes negativos, o que pode acabar nos impedindo de conhecer uma cultura tão rica. Mas, exatamente como muitos casais ocidentais, eles tem suas tradições de casamento, suas roupas especificas e suas crenças provenientes de uma religião adotada pela maioria em alguns países.

Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad

O libanês Said Mhamad se tornou o fotógrafo favorito de casais muçulmanos. Em cada imagem, Mhamad transmite a alegria e cumplicidade de casais que seguem os preceitos do Alcorão. O fotógrafo tenta desmistificar a ideia de que todas as mulheres muçulmanas vivem submissas em sua religião.

 

Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad

O lenço de cabeça que cobre as mulheres muçulmanas, conhecido como hijab, não as impede de usar designs extravagantes e elegantes em seus trajes. E de mostrar sua beleza intensa e luxo nos cliques da Said Mhamad. E os noivos, é claro, mostrando todo seu charme. Confira algumas fotos:

Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad
Foto: Said Mhamad

FONTE: REVISTA HOGAR

Sobre o autor

Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é jornalista e fez parte do iPhoto Channel de 2015 à 2018.

8 comentários

Clique aqui para postar um comentário

    • olá, sou mulçumana e não uso veú, mas fique sabendo que a grande maioria usam, porque querem, o significado do veú é a liberdade de escolher de muitas mulheres, sua ignorância é que não tem desculpa, para sua resposta compreende-se que é uma pessoa ignorante e sem respeito. Mas não nego que existem homens em todo lugar do mundo de qualquer raça ou religião, que batem, maltratam e oprimem as mulheres, no seu bairro deve ter alguma, vai cuidar dela.

      • Ana esta a sua agressividade passa uma péssima imagem de negação e revolta. Não é que ele dela “cuidar dela” Devemos cuidar de todas as mulheres. Talvez… Você não apanhe, ou talvez tenha sido implantado dentro de você que isto é normal. Porém tenho certeza que você deve conhecer mais mulheres que apanham e são maltratadas do que ele. Verdade que isto independe de religião e raça em alguns casos. Mas no caso específico dos muçulmanos é uma cultura, uma regra. Ditada em embasada em ensinamentos em que são marcados por punições sociais e de violência. Mulheres não estudarem são uma delas. Falando da sua ignorância… Você não é mulçumana, é mulçumana, algo compreensivo. Não sei se os ensinamentos incluem mulher ser cega, omissa e hipócrita. Você deve conhecer muitas que são maltratadas e oprimidas. Faça você alguma coisa por elas. Omissão? Indiferença é a sua ação? Se você não vê algo errado em coisas erradas é capaz de cometer o mesmo erro ou piores.

        Não se pode generalizar, conheço bons muçulmanos e mulheres muçulmanas livres e respeitadas.

  • Pessoas sem informação são o problema da sociedade…infelizmente!
    Sou muçulmana,uso o veu pq eu gosto,cumpro isso com prazer e não me sinto oprimida de modo algum.
    Opressão maior é viver em função do verão,pq se tiver estrias e celulite,uns quilos a mais não dá pra por o biquini da moda…
    Se as mulheres podem escolher estar nuas nas revistas e nas ruas e na praia,eu posso escolher estar coberta.

  • Realmente o hijab não fez diferença alguma, na verdade deu um ar até sofisticado ao look delas.
    Mas nossa, só escolheram os lindos ou todo homem mulçumano é bonito assim?

  • 1- Hijab é uma escolha, usamos porque queremos.
    2- Alguns desses vestidos não são apropriados para uma mulher muçulmana porque marcam demais o formato do corpo. Mas no geral os vestidos são muito bonitos. 🙂