Dicas de Fotografia Eventos

Fotografia contemporânea tem escala em Curitiba

Dirceu Maues
Trabalho de Dirceu Maués, um dos “oficineiros” do Clif

Alguns nomes importantes da fotografia contemporânea brasileira vão se encontrar na capital paranaense no próximo mês. De 18 a 24 de novembro, ocorre o Curitiba Luz Imagem Fotografia – ou apenas Clif, evento que substitui a Semana da Foto de Curitiba. A curadoria é do artista local Tom Lisboa, que elegeu como tema “Território estrangeiro”. Ele explica: “É uma metáfora sobre a própria fotografia, uma oportunidade de analisar como a fotografia assume sua identidade ao adentrar espaços onde sua presença parece diluída”.

Entre as atividades previstas estão doze palestras, quatro oficinas, lançamento de livros, ações urbanas, projeções noturnas, uma exposição coletiva com quinze artistas convidados e sessão de cinema. Entre os convidados estão Alex Flemming (SP), Rosângela Rennó (MG), Dirceu Maués (DF), Eder Chiodetto (SP), Giselle Beiguelman (SP), Rogério Ghomes (PR), Patricia Gouvêa (RJ), Bruno Faria (SP), Vilma Slomp (PR), Juliane Fuganti (PR), Alexandre Sequeira (PA), Guilherme Maranhão (SP) e o coletivo O Escambal (RJ), além de uma participação internacional: o argentino Gerardo Repetto.

Alex FlemmingOutro destaque é a presença da pesquisadora Lucia Santaella, professora do programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP. Autora de 39 livros, Lucia é referência internacional quando se fala sobre imagem, especialmente a fotográfica.

As palestras e oficinas serão realizadas no Museu Oscar Niemeyer e no Museu Municipal de Arte. Já as intervenções artísticas serão promovidas em diversas ruas da cidade. A programação completa estará disponível em breve no site do evento.

Uma convocatória para artistas da cidade está aberta desde setembro para selecionar dois fotógrafos curitibanos para a mostra principal e ganhar bolsas no valor de mil reais. Outro destaque da programação é a leitura de portfolio, que terá participação de Eder Chiodetto, Fernando Schmitt, Cildo Oliveira, Vilma Slomp, Gil Sibin, Rogério Ghomes, Milla Jung, Tom Lisboa e Osvaldo Santos Lima.

As leituras acontecem nos dias 23 e 24 de novembro, no Museu Oscar Niemayer, paralelamente a oficinas e palestras. A coordenação do Clif irá selecionar 20 portfolios para leitura – dez de fotógrafos inscritos na convocatória, sem custo, e outros dez com um custo de R$ 50 por dia de leitura. Os interessados em participar podem enviar o trabalho para o e-mail leitura@clif.art.br até 1º de novembro. Cada fotógrafo deve enviar até cinco fotos em baixa resolução.

“Todo fotógrafo que quer evoluir em seu trabalho pode contar com a opinião e curadoria de um profissional mais experiente. Funciona assim: o fotógrafo leva suas melhores fotos no dia e mostra para um profissional com muito mais experiência, que o ajudará a evoluir seu olhar, a escolher as melhores fotos, dará dicas e compartilhará experiências”, explica Guilherme Zawa, diretor geral do evento.

Palestras

19/11 – 19h15

  • Giselle Beiguelman – Paisagens/Passagens: Redes, Ruas, Ruídos
  • Alexandre Sequeira – Fotografia e reinvenção da memória
  • Patricia Gouvêa – Imagens Posteriores: a fotografia e alguns de seus possíveis diálogos

20/11 – 19h15

  • Lucia Santaella – A subversão de fronteiras na fotografia
  • Guilherme Maranhão – Ruídos, Interferências e Acaso

21/11 – 19h15

  • Gerardo Repetto – La fotografía como procedimiento: un recorrido por la obra del autor (palestra em espanhol)
  • Tom Lisboa – Fotografia Arte Cidade Interatividade

22/11 – 19h15

  • Alex Flemming – A fotografia na obra de Alex Flemming
  • Fernando Schmitt – Desejos para fora da imagem: a fotografia onde ela não está
  • Milla Jung – A fotografia como proposição crítica na arte contemporânea

23/11 – 16h e 18h30

  • Rogerio Ghomes – A mobilidade midíatica na produção de Rogerio Ghomes
  • Gil Sibin – GLOC: novos caminhos para a produção artística
  • Eder Chiodetto – E agora, Geração 00? – um painel de trabalhos de fotógrafos contemporâneos que sinalizam os desdobramentos estéticos e conceituais dessa geração.
  • Cildo Oliveira – Narrativas Contemporâneas: reflexões, devaneios, escolhas, pesquisas, configurações, apropriações