Tendência

Fotógrafa vende foto NFT por US$ 300 mil e depois a liberou para uso gratuito

A fotógrafa Cath Simard estava cansada de perseguir os infratores de seus direitos autorais por usar indevidamente uma foto de sua autoria. E a solução que ela encontrou para receber o pagamento pelo seu trabalho é extremamente inédita, porém muito inteligente. Cath decidiu vender a foto como um NFT num leilão e recebeu US$ 300.000 pelos direitos autorais da imagem (veja aqui o que são tokens NFT e como criá-los) e, em seguida, liberou gratuitamente os direitos de uso para todo o mundo. Ah! Como assim? Vendeu e depois liberou gratuitamente? Sim, isso pode parecer estranho, mas é uma estratégia incrível.

Cath fez a imagem de uma estrada na ilha havaiana de Oahu há alguns anos e quando a foto viralizou na internet, centenas de sites e perfis em redes sociais publicaram a imagem sem nenhum crédito. Desta forma, a fotógrafa tentou de várias maneiras combater o uso indevido da imagem e receber pelos direitos autorais, inclusive contratando serviços online para detectar a quebra dos seus direitos autorais. Porém, depois de muito trabalho, ela sequer conseguiu receber um real de indenização.

Fotógrafa vende foto NFT por US$ 300 mil e depois a liberou para uso gratuito - o que são tokens nft
Cansa de tentar receber pelos direitos autorais da imagem acima, a fotógrafa Cath Simard vendeu a imagem com foto NFT por US$ 300 mil, cerca de R$ 1,5 milhão

Mas quando os tokens NFTs explodiram no início desse ano, Cath rapidamente foi uma das primeiras fotógrafas a acreditar na nova tecnologia e começou a vender suas fotos em leilões. “Os NFTs são uma nova possibilidade quando se trata de ganhar a vida com sua arte. Ganhei mais com NFTs nos últimos 6 meses do que [tenho] ​​imagens de licenciamento para toda a minha vida”, disse a fotógrafa.

Depois de várias vendas de fotos NFT bem-sucedidas, Cath decidiu mudar sua estratégia para lucrar com sua fotografia da estrada no Havaí. Ao invés de lutar pelos pagamentos dos direitos autorais, normalmente de pequeno valor, ela resolveu também leiloar uma edição única NFT da foto e, em seguida, liberou a foto para uso comercial gratuito para todo o mundo.

Fotógrafa vende foto NFT por US$ 300 mil e depois a liberou para uso gratuito - o que são tokens nft
A fotógrafa Cath Simard foi uma das primeiras fotógrafas famosas a começar a vender suas fotos por tokens NFT

Você pode fazer o download da foto aqui em resoluções de até 8126 × 10158, que é grande o suficiente para grandes impressões ou outdoors. A nova licença da foto afirma que ela pode ser usada para qualquer propósito comercial sem atribuição. As únicas duas coisas que você não pode fazer com a foto é afirmar que ela é o NFT original ou licenciá-la para terceiros.

A ideia por trás da nova tática é simples: quanto mais amplamente a foto do Havaí é usada em todo o mundo e na Web, mais famosa (e valiosa) o NFT autenticado se torna. “O primeiro NFT a ter seus direitos de uso liberados para o mundo após sua compra”, diz a descrição do leilão. “Este projeto partiu da ideia de que a viralização e o uso generalizado de uma imagem aumentam a importância da procedência e, portanto, o valor do NFT. Este projeto também é uma declaração sobre a compensação justa e recuperação do controle sobre o uso de nossas imagens”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *