Exposição

No Rio: Exposição fotográfica reverencia a resistência negra no Brasil

Foto: Maria Daniel Balcazar
Livros de fotografia

Estreia nesta quarta-feira (5), às 19h, no Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro, a exposição “Kilombo – A África que habita em nós”, de Maria Daniel Balcazar, fotógrafa documental e artística boliviano-americana que nos vê com um olhar afetivo de quem conhece bem a alma nacional, traduzindo sua profunda admiração e respeito pela cultura afro-brasileira e sua força de resistir e transcender.

“Kilombo” também batiza o livro da artista, editado pelo fotógrafo norte-americano David Alan Harvey, que trabalhou para o The New York Times, National Geographic e é membro pleno da Agência Magnun. David tem Maria Daniel Balcazar como pupila há seis anos e cuidou de cada detalhe da publicação impressa na Itália, que a fotógrafa lança ainda esse ano.

A exposição exibe 32 fotos que congelam em imagens a vida cotidiana e o sincretismo religioso das práticas e costumes culturais afro-brasileiros. Sejam eles em favelas, quilombos, terreiros, procissões ou cemitérios. Estejam eles no Rio de Janeiro, Bahia ou Minas Gerais. A curadora da exposição, Vivian Faingold, ressalta a reverência que a artista deixa transparecer “ao capturar imagens que mostram diferentes aspectos de uma diáspora africana, que começa a ser recontada pelos descendentes de seus protagonistas”.

Foto: Maria Daniel Balcazar

A escolha do nome da mostra e do livro foi dedicada ao território de resistência e de transcendência que a palavra africana – daí a grafia com K – significa hoje para brasileiros e estrangeiros. “As palavras se mantém vivas e estão sempre sendo ressignificadas. E Kilombo será sempre um território de luta, esperança, resistência e de formação de identidade de uma nação”, diz Maria.

Ela conta que iniciou este projeto no Rio em 2015, visitando vários lugares diferentes onde populações e comunidades de afrodescendentes vivem e se reúnem, e participando de rituais de candomblé e umbanda e de manifestações culturais como a capoeira e o samba.

“Encanta-me a universalidade e vitalidade de tradições, simbolismos e sincretismos culturais que buscam realçar a beleza, a dignidade e o extraordinário do cotidiano”, diz a artista.

Foto: Maria Daniel Balcazar

A exposição “Kilombo – A África que habita em nós” fica em cartaz de 6 de setembro a 14 de outubro e pode ser visitada gratuitamente de terça a domingo, de 12h às 19h. O Centro Cultural Justiça Federal fica na Avenida Rio Branco, 241, Rio de Janeiro/RJ. A artista fará uma visita guiada no dia 15 de setembro, às 16h. Informações pelo telefone (21) 3261-2550 ou site: www10.trf2.jus.br/ccjf.

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!