Tendência

Canon também fecha fábrica de câmeras no Brasil

Através de um comunicado, a Canon anunciou que está fechando sua fábrica de equipamentos de fotografia e impressão instalada no Polo Industrial de Manaus. A notícia pegou todos os fotógrafos de surpresa e causou ainda mais preocupação sobre novos aumentos nos preços de câmeras e lentes, que já estão altos em função da cotação do dólar.

A fábrica da Canon tinha sido inaugurada em 2013 e era a primeira unidade da empresa fora da Ásia. A ideia na época era aumentar as vendas de câmeras e acessórios no Brasil, que era o quarto maior mercado da Canon no mundo, atrás apenas dos EUA, China e Japão. A unidade tinha 1,8 mil metros quadrados e quando foi inaugurada tinha 60 funcionários. Porém, após 8 anos a Canon não suportou a queda de vendas causada após o início da pandemia do novo coronavírus. Segundo a empresa, o momento “dificulta a visualização de uma estratégia a longo prazo”.

Canon também fecha fábrica de câmeras no Brasil

Como fica agora a assistência técnica e garantia das câmeras e produtos da Canon no Brasil?

Segundo o comunicado, a Canon afirma que manterá todas as atividades de atendimento ao cliente, garantia e assistência técnica de todos seus produtos. “A Canon do Brasil não deixará o mercado brasileiro e reafirma seu compromisso em oferecer serviços e produtos de qualidade e alta tecnologia aos clientes”, diz o comunicado, que também confirma que os produtos continuarão a ser vendidos no Brasil por meio de sua loja virtual e por seus representantes. “Informamos que o fechamento da fábrica [em Manaus] não afetará nenhum serviço ou estratégias de venda da multinacional. É uma decisão tomada pela Canon Japão que respondia pela fábrica”, diz a nota.

Canon também fecha fábrica de câmeras no Brasil

Os preços das câmeras Canon vai subir?

Apesar de confirmar que manterá as vendas no país, a Canon não informou se o fechamento da fábrica causará a alta dos preços de suas câmeras e produtos. Porém, modelos de câmeras como a Canon EOS Rebel T7 e T7+, que eram fabricados no Brasil, provavelmente, devem sofrer aumentos de preço por causa da importação. Já outras câmeras, como a Canon EOS R5, R6, RP e R, que já eram importadas, devem manter os mesmos valores.

Canon também fecha fábrica de câmeras no Brasil

Mas a verdade é que o fechamento da fábrica da Canon no Brasil é mais uma péssima notícia para todos os fotógrafos amadores e profissionais espalhados pelo país. Embora, inicialmente, a empresa assuma o compromisso de manter a assistência técnica, garantia, vendas e atendimento ao cliente, se o cenário econômico mundial não melhorar, é bem provável que a Canon faça novas reduções em sua estrutura no Brasil. A gigante japonesa pode seguir o mesmo caminho da Sony, que também fechou sua fábrica em Manaus, como também encerrou a venda de câmeras da marca no país.

A cronologia das saídas de Nikon, Sony e Canon do Brasil

A Canon era a última gigante de câmeras que continuava com plena força no Brasil e era motivo de orgulho dos “canonzeiros”. Porém, agora a empresa se junta a estratégia de suas rivais Nikon e Sony. A Nikon foi a primeira a deixar o Brasil em 2017, quando interrompeu a venda de câmeras, lentes e acessórios fotográficos para o mercado brasileiro devido a uma “reestruturação global”. A Sony anunciou em setembro de 2020 o fechamento de sua fábrica e encerramento das vendas no país. E agora, em junho de 2021, o fim da fabricação de câmeras Canon.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *