Videomaker Vídeos

VideoMaker Conference traz time de peso da cinematografia de casamento no Brasil

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (20)
Livro - Sem Medo do Flash

O congresso VideoMaker Conference, produzido pela iPhoto, ocorreu dia 16 e 17/03 e trouxe alguns dos melhores videomakers de casamento do país, também com atrações internacionais. Aqui trazemos um resumo de tudo o que aconteceu para que você tenha um gostinho de como foi este grande evento.

Primeiro Dia

O primeiro dia do VideoMaker Conference, evento da iPhoto, começou com Daniel Torraca e a palestra “Lentes e movimentos de câmera para fazer grandes vídeos”. Torraca explicou toda espeficidade do uso de lentes em cada tipo de sensor, como APS-C, Micro 4/3 e Full Frame. Em relação às câmeras, o videomaker afirmou que utilizar câmeras mirrorless foi a melhor escolha que já fez. Sobre os vídeos de casamento, Daniel Torraca mostrou o trabalho hibrido do videomaker, que pode colaborar com os clientes transformando em fotografia alguns frames dos vídeos.

 “Acredito que as profissões de videomaker e de fotógrafo vão se tornar uma só”, disse Daniel Torraca.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (10)

Em seguida, Evandro Rocha contou os segredos das modernas filmagens aéreas com a palestra “Drones: Tudo que você precisa saber para captar imagens incríveis”. Evandro mostrou a rápida evolução desta tecnologia, desde 2011 com drones mais arcaicos e filmagens de GoPro até hoje, em 2017, com equipamentos complexos e compactos como o MavicPro, drone da DJI. Porém, muito mais importante que os equipamentos, Rocha enfatizou a necessidade de aprender a linguagem e conceitos no uso de filmagens aéreas e no storytelling, a arte de contar histórias.

“Estude as imagens aéreas, não só o que é relacionado à pilotagem, ao voo, mas sim à linguagem do cinema e da fotografia”, disse Evandro Rocha.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (12)

Como explicou, independente da linha de trabalho, videomakers seguem as regras do cinema, pois é a origem de todo o vídeo. “Não estamos só fazendo registro, estamos contando uma história”.

Após o almoço, Edson Cardoso abriu a tarde com a palestra “A técnica para filmar um casamento passo a passo”, explicando o posicionamento de câmeras e organização de equipes.

“Ninguém faz um bom vídeo sozinho”, disse Cardoso.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (18)

Ele falou sobre a sincronia entre a equipe, a importância de se ter uma equipe consolidada, explicando que “o negócio funciona como se fosse uma orquestra”. O videomaker contou os esquemas fixos de posicionamento que criou, que se tornaram eficazes para todos os casamentos filmados por sua equipe.

“Eu faço de tudo pra que as pessoas no casamento não percebam que estão sendo gravadas. Dessa forma, a gente consegue sorrisos espontâneos, ou alguém secando uma lágrima. A gente consegue pegar a essência das coisas, e com naturalidade”, explicou Edson Cardoso.

A palestra seguinte foi de Felipe Miranda, com o tema “Same day edit: captando e finalizando vídeos em um dia”. O segredo principal, segundo Miranda, é começar a gravação de imagens o quanto antes puder, assim como todo o planejamento, logística.

“Faça imagens antes, chegue antes; grave imagens externas da igreja, o making of do noivo, faça muitas imagens, também imagens com drone”, disse Miranda.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (20)

E, especialmente, ele indica não correr riscos. Por exemplo, não deixar o planejamento para o dia do evento. Isso principalmente porque no Same day edit o videomaker entrega o vídeo no mesmo dia, tendo cerca de 4 horas apenas para terminar o vídeo – que é o tempo que acaba a cerimonia e começa a festa.

 “Você pode inovar, mas faça isso com planejamento. Você se comprometeu com aquele casal dizendo que entregaria o material no dia”, salientou Felipe Miranda.

Por fim, a palestra do último dia foi trazida por Samuel Rose, com o tema “Como criar trailers de casamento de grande impacto”, que emocionou o público com seus belíssimos trailers. Contando sua experiência com a NKG Filmes, Rose explicou que todos da sua equipe filmam e também editam, o que dá maior noção de todo o processo de vídeo. E sobre a entrevistas com os noivos, a NKG criou um formulário especial que é preenchido contando os gostos pessoais, músicas e etc, o que facilita o trabalho de toda a equipe.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (22)

Na produção dos trailers, Samuel Rose demonstrou a estrutura que usa, que provém do cinema, a história contada em 3 atos. E a possibilidade da emoção dos vídeos ser transmitida em sincronia com a música escolhida para o casal.

“Eu sou dependente da música, sempre gosto de encaixar as surpresas e as coisas que eu queria encaixar no vídeo dentro da musica escolhida”, disse Rose.

E sobre a diferenciação dentro do mercado, Samuel salienta a importância da observação, que traz ao profissional detalhes às vezes muito pequenos, porém importantíssimos ao casal. O videomaker explicou que gerar conteúdo é o mais difícil, mas o mais necessário. “Imagina que seu video pode estar sendo visto daqui 300 anos, que os netos, bisnetos, tataranetos vão conhecer aquelas pessoas graças ao seu vídeo”, lembrou Samuel Rose.

Confira a cobertura do canal “Fotografia é o Meu Negócio” sobre o 1º dia do VideoMaker Conference:

Segundo Dia

O segundo e último dia do VideoMaker Conference iniciou com a atração internacional do congresso, o grande cinematógrafo argentino Alejandro Calore. Sua palestra “Um homem, uma câmera, um filme” mostrou a importância da linguagem do cinema dentro dos filmes comerciais de casamento.

“Não há como encontrar um estilo sem entender a linguagem além da técnica”, lembrou Calore, salientando que é preciso parar de achar que apenas o ato de comprar um equipamento fará da pessoa um profissional, pelo simples uso da ferramenta.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (24)

Alejandro Calore mostrou como consegue filmar sozinho casamentos, criando filmes incríveis que deixaram a plateia maravilhada. “Tu não podes gravar um casamento sozinho, diziam os meus colegas. Bom, sacrificam-se algumas coisas, mas há também muitos benefícios. Trabalhar com só uma câmera é escolher um ponto de vista por vez. É uma decisão do que gravar. Através da edição temos a liberdade de contar o que queremos”

“E o mais importante na hora de gravar é ir criando uma trama, uma ideia. Senão o vídeo se converte em um trabalho fotográfico, uma coleção de belas imagens”, disse Calore.

Em seguida, Frankie Costa trouxe a palestra “Posicionamento e marketing: o segredo para o sucesso de um videomaker”, assunto super importante para os profissionais. Frankie começou perguntando quantos profissionais possuíam um site para além da conta de Vimeo, o que revelou um pequeno número, e a partir daí demonstrou a importância do site para um videomaker se posicionar no mercado.

“Eu tenho certeza que o vídeo de casamento hoje está em plena ascensão e que os videomakers brasileiros estão entre os melhores do mundo”, disse Frankie Costa.

iphoto-videomaker-conference-2017-iphoto-editora-semana-da-fotografia (26)

Apesar dos profissionais estarem focados em divulgação de marketing através do Facebook, o palestrante demonstrou a importância de ter um site, de produzir conteúdo para esse tipo de plataforma. Frankie, que é um dos idealizadores do Inspiration Photographers, mostrou como se consegue trabalhos apenas pelo fato de estar bem posicionado nas pesquisas do Google – e que sua principal demanda de trabalho já ocorre através deste meio.

O videomaker russo radicado no Brasil Serguei Smirnov trouxe a temática dos “Pré-weddings roteirizados”, mostrando seus filmes super engraçados que arrancavam muitas risadas da plateia. Sua criação, completamente diferente do que se vê nos comuns pré-weddings, transforma os noivos em astros de cinema.

 “Vi que os pré-casamentos estavam todos iguais: balões, champagne e só beijinhos”, contou Smirnov.

iphoto-videomaker-conference-2017 (1)

“Mas como começar com o roteiro? Primeiramente, você precisa ter um cliente que queira isso. Precisamos da confiança deles e de uma boa ideia. Não façam esse tipo de clipe sem um roteiro, vocês vão se perder. Faça também storyboard, mesmo com bonecos desenhados tipo João Palito. É para a noiva entender o que vai ser o vídeo, como se fosse um quadrinho”.

Sobre as trilhas sonoras, Serguei salientou a importância de se utilizar músicas atemporais, como a música clássica que tem muitas vertentes, desde temas mais calmos até energéticos.

A quarta palestra do dia foi “Luz e direção de fotografia em vídeos de casamento”, de Caique Castro, que enfatizou a busca pela essência do profissional e pelo estado emocional que você quer proporcionar aos seus clientes.

“Como eu quero que a noiva esteja quando ela terminar de ver o vídeo? Ela vai sentir o que?”, trouxe a reflexão.

iphoto-videomaker-conference-2017 (2)

E a base de tudo isso é a comunicação que, como salientou o videomaker, é responsabilidade do comunicador. “Se vocês dormirem na palestra, sou eu que estou me comunicando mau”, brincou Caique com a plateia, que se divertiu com as histórias engraçadas do palestrante. Caique Castro trouxe diversas técnicas importantes para que se consiga a confiança dos clientes e uma direção tranquila na hora do vídeo.

iphoto-videomaker-conference-2017 (3)

A última palestra foi “Os segredos da edição de vídeos (seleção de cenas, cor e som)”, de Jonas Almeida. No seu estilo pessoal, explicou a forma de tentar não dirigir, em nenhuma hipótese, o casal.

“O nosso trabalho é a arte de registrar a espontaneidade”, disse Almeida.

Ele explicou como a seleção das cenas e, antes mesmo, a escolha do que gravar depende do background do profissional, daquilo que viveu e considera importante. “Se você é uma pessoa que não se importa com sua avó, não vai prestar atenção na avó da noiva, por exemplo”, exemplificou Almeida. Dessa forma, os vínculos dos próprios profissionais levam à percepção dos vínculos dos clientes, o que cria o registro daquele momento.

iphoto-videomaker-conference-2017 (4)

Confira a cobertura do canal “Fotografia é o Meu Negócio” sobre o 2º dia do VideoMaker Conference:

Semana da Fotografia 2017
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title
  • SELECT-vertical.png

Receba as novidades por e-mail