Tecnologia

Fotografar o que você vive aumenta o prazer da experiência, diz estudo

Foto: Janeb
Foto: Janeb
Livro - Iluminação

Novas tecnologias que ficam populares costumam trazer consigo uma chuva de críticas. Hoje uma das mais presentes reflexões em volta da fotografia vem da prática com smartphone. Com a popularização das câmeras nos celulares, muita gente parece tirar mais foto do que curtir o momento em si.

Tornou-se comum ouvir que o hábito comum de tirar fotos diminui a capacidade de desfrutar um momento. Para verdadeiramente curtir o momento, você não deveria estar fotografando. Será? De acordo com um novo estudo, o extremo oposto é verdadeiro.

Foto clássica que rodou a web com idosa observando os atores chegando e todo o resto das pessoas fotografando | Foto:John Blanding/The Boston Globe/Getty Images
Foto famosa que rodou a web com idosa observando os atores chegando e todo o resto das pessoas fotografando | Foto: John Blanding/The Boston Globe/Getty Images

Publicado no Journal of Personality and Social Psychology,  o estudo “Como tirar fotos aumenta o prazer das experiências” explica que fazer fotos aumentaria o aproveitamento e o prazer da experiência. De acordo com o principal autor do estudo, Kristin Diehl, “ao contrário de verificar seu e-mail ou mensagens de texto, […] fotografar na verdade direciona você para a experiência”.

Em um experimento, um grupo de participantes que recebeu câmeras foi solicitado a tirar fotos durante um passeio de ônibus. Este primeiro grupo relatou divertir-se significativamente mais do o grupo ao qual foi requerido apenas observar.

Foto: Firm Bee
Foto: Firm Bee

Outro estudo, realizado em 2013, havia citado que pessoas lembram menos do evento quando estão fotografando o mesmo. O estudo anterior, realizado pela Fairfield University, descobriu que as pessoas que fazem fotos de objetos em um museu eram mais propensas a esquecer do que tinham visto, ao contrário das que não tinham feito fotos. Diferentemente, o novo estudo analisa o prazer proporcionado através do ato de fotografar, não a memória do evento.

Na pesquisa atual, também foi feito experimento com pessoas em museu. Um grupo foi instruído a tirar fotos e o a apenas observar. Depois de rastrear os movimentos dos olhos dos participantes, os pesquisadores descobriram que aqueles que fotografavam dedicaram mais atenção visual para as obras do que para outros itens.

iphoto-fotografar-com-smartphone-celular-aumenta-o-prazer-da-experiencia-Unsplash
Foto: Unsplash

Há um porém: enquanto fotografar aumenta a atenção no momento, o uso do telefone em tarefas relacionadas à foto como postar a imagem para Instagram, Snapchat ou Facebook fazem o inverso, distraem. É sempre bom lembrar que há momentos onde fotografar pode se tornar irritante, especialmente para as outras pessoas presentes. Mas, de acordo com esse estudo, se o momento é propício para fotos, você não precisará escolher entre fotografar e aproveitar; está tudo incluso.

Fonte: DP Review, Quartz

Livro - Sem Medo do Flash
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title
  • SELECT-vertical.png

Receba as novidades por e-mail