Fotojornalismo

GoPro salva jornalista de tiro em Mosul

Como montar a pose perfeita

Sabemos que a GoPro é uma câmera muito resistente: sobrevive à bicada de gaivota  e resiste à gravação na estratosfera com direito à “clique de ouro”. Agora que ela pode proteger de bala não sabíamos não.

Era 13 de maio e o jornalista iraquiano Ammar Alwaely estava em Mosul, no Iraque, viajando pela parte ocidental da cidade cobrindo as tentativas das tropas iraquianas de recuperar a cidade do ISIS. Foi quando um tiro de um sniper atingiu a GoPro que ele estava usando no peito. O colega de Ammar, o também jornalista Owen Holdaway, começa a chamá-lo no vídeo após o incidente e comenta que “essa passou muito perto”. A GoPro explodiu em pedaços, e algumas peças cortaram o rosto de Ammar. Mas se não fosse por isso, ele poderia ter morrido.

“Eu soube imediatamente, se não tivesse acertado a câmera, ou acertasse alguns centímetros à direita, teria atingido seu coração e seria fatal”, disse Holdaway ao The Sun.

O vídeo também dá uma noção da zona de conflito:

A GoPro era de um modelo mais antigo que ainda usa carcaça extra, diferente da GoPro Hero 5 sem carcaça lançada no ano passado. A câmera foi dada pelo colega Holdaway apenas alguns dias antes do incidente.

De acordo com relatórios do Repórteres Sem Fronteiras, 74 jornalistas foram mortos enquanto trabalhavam em 2016, com sete mortes ocorrendo no Iraque.

Fonte: DigitalTrends


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Livro - Fotografia de Bebês
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title

Receba as novidades por e-mail