Câmeras, lentes e iluminação Equipamentos de fotografia Mercado

Venda de câmeras fotográficas continua em queda e mercado encolhendo, segundo relatório

iphoto-queda-de-vendas-de-cameras-fotograficas (2)
Livro - Sem Medo do Flash

O que aconteceu com a indústria da fotografia em 2016? O site LensVid acaba de divulgar um um infográfico detalhados das vendas de câmeras, e as notícias não são boas. A queda nas vendas de câmeras fotográficas, sejam compactas, DSLRs ou mirrorless, continua inabalável.

Mas por que isso está acontecendo? A resposta é simples: o consumidor comum não-fotógrafo está deixando de comprar câmeras, especialmente as câmeras compactas, pois já se sente satisfeito com as câmeras de celular. E eram justamente as compactas que aqueciam o mercado fotográfico. De acordo com o infográfico, câmeras fotográficas hoje são compradas hoje por pessoas mais velhas; as novas gerações não estão tão interessadas em ter uma câmera.

E as câmeras mirrorless, sem espelho, que eram uma promessa de renovação para o mercado fotográfico? Não estão cumprindo essa tal promessa, pelo menos na quantidade de vendas. E dito isto, não é novidade saber que o mercado das DSLRs está encolhendo.

As informações do infográfico foram tiradas do relatório anual da CIPA, associação internacional da indústria de câmeras e produtos de imagem. No vídeo abaixo, o apresentador Iddo Ganuth começa mostrando como consequência desses fatos a Photokina, maior feira de fotografia do mundo, que em 2016 estava mais vazia do que nunca:

A previsão do LensVid é que, em 2017, o mercado fotográfico continue caindo, tornando-se 1/6 do que era em 2010 (melhor ano de venda para câmeras digitais) com a venda de 20 milhões de câmeras – em 2010 foram 121 milhões.

“Ao longo dos próximos anos, os fabricantes de câmeras continuarão a cortar empregos – assim como a Nikon recentemente fez após o anúncio sobre grandes perdas financeiras”, diz o LensVid.

Consequência disso será a menor inovação tecnológica, já que menos dinheiro estará disponível para investimentos. E o segmento profissional receberá muito mais atenção, já que apesar de ser um mercado pequeno (em relação ao mercado de consumidores comuns), é mais estável. Porém, é possível que os preços de câmeras e equipamentos aumentem à medida que os custos de produção aumentarão, devido à queda nos níveis de produção. Clique aqui para ver o infografico em tamanho grande.

iphoto-queda-de-vendas-de-cameras-fotograficas (1)

Em relação aos fabricantes de câmeras existentes, o LensVid argumenta que provavelmente a maioria irá sobreviver, porém não é impossível que até o final desta década algum suma do mercado (assim como aconteceu com a Samsung alguns anos atrás), pois o mercado provavelmente nunca voltará aos níveis de 2010.

Então, para os mais alarmistas: será o fim da fotografia com câmera? Absolutamente não. A fotografia feita com câmeras está apenas se tornando um nicho mais fechado, assim como já aconteceu com outras indústrias criativas (a exemplo: a música vendida em vinil), mas continuará sempre viva e saudável para aqueles que entendem e apreciam as vantagens de se fotografar com uma câmera.

Semana da Fotografia 2017
Ruca Souza

Ruca Souza

Ruca Souza é editora do iPhoto Channel. Jornalista, também é fotógrafa de coisas e pessoas (nessa ordem) e tem uma banda de rock.

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como aprender mais fotografia…

Selected Title
  • SELECT-vertical.png

Receba as novidades por e-mail