Equipamentos de fotografia

Crop x full frame: qual a diferença do bokeh nos sensores

Livro de Fotografia Poses Perfeitas

Recentemente, alguns fotógrafos tem questionado a importância do tamanho dos sensores nas câmeras. No mês passado, o fotógrafo Manny Ortiz criou uma discussão sobre o tamanho dos sensores para provar que é possível obter resultados similares utilizando sensores cropado e full frame. Mais recentemente, o fotógrafo Thomas Heaton analisou não apenas dois, mas três tamanhos diferentes de sensores.

Uma consideração importante ao comparar câmeras com sensores de tamanhos diferentes é a relação de profundidade de campo e o resultado que elas fornecem fora da área de nitidez em uma cena. Para avaliar essa questão, o fotógrafo Bill Lawson fez um comparativo durante um ensaio ao ar livre, usando uma câmera com sensor full frame e outra com sensor APS-C (cropado). Assista ao vídeo abaixo:

Lawson usa uma lente 85mm f/1.8 em sua câmera full frame e uma lente 50mm f/1.8 na câmera com sensor cropado para capturar imagens com enquadramentos semelhantes. Em seguida, ele usa uma trena métrica para demonstrar com detalhe a profundidade de campo capturada em cada combinação de câmera/lente utilizando diferentes aberturas.

Para tornar o teste ainda mais interessante, Lawson experimenta diferentes configurações de abertura e distâncias de câmera em relação à modelo. É uma comparação simples, mas que proporciona uma ideia clara dos resultados de profundidade de campo e bokeh utilizando câmeras com sensores de tamanhos diferentes. Veja abaixo os comparativos para cada abertura testada:

Para conhecer mais sobre o trabalho de Lawson e ver mais vídeos como esse, acesse seu canal no YouTube.

Fonte: Shutterbug


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é redator do iPhoto Channel. Natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

2 comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • o comparativo não é tão justo pois a abertura da lente e desproporcional a distancia focal por exemplo o comparativo correto seria a 50mm em 1.8 com a 85 em 3.2 ai vc tem aproximadamente o mesmo campo de foco e o mesmo enquadramento

  • Ainda que, naturalmente, tenhamos diferença no experimento abordado na matéria, não era para se esperar que o resultado seria outro. Até porque se temos distâncias focais que representam uma certa similaridade utilizadas em sensores distintos, naturalmente teremos diferenças distintas nas fotos por conta dos sensores. Porém, no que se refere à profundidade de campo, os aspectos mais importantes a saber, visto que a falta dela resulta no tão desejado efeito de bokeh, está relacionado aos elementos que mais influencias em sua existência ou ausência – distância foca, distância objeto e abertura respectivamente. Desta forma, a experiência apresentada não revela agregar muito. O que é de fato importante é ter conhecimento sobre como promover ou subtrair a profundidade de campo e, logisticamente como ela se encaixa na cena. Vale ressaltar que, quando um fotógrafo detém esse conhecimento e projeto esse ou aquele efeito, naturalmente é de se esperar que ele utilize o equipamento adequado para provê-lo. É preciso que se tenha objetividade técnica nas colocações e mais profundidade na informação para que os interessados possam, de fato, tirar proveito das abordagens.

Livro Poses Perfeitas

Receba as novidades por e-mail












error: Content is protected !!