Tendência

Sony suspende a fabricação de 3 modelos de câmeras mirrorless

Se você está interessado em comprar uma câmera nova já deve ter notado duas coisas: os preços estão cada vez mais altos e não está fácil encontrar câmeras disponíveis a pronta entrega em lojas e sites. A razão desses dois efeitos é uma crise global da falta de silício, matéria-prima fundamental para a produção de chips. Por causa disso, a Sony anunciou a interrupção da produção de três modelos de câmeras mirrorless.

Segundo a empresa, por enquanto, deixaram de ser produzidas as câmeras mirrorless Sony A7 II, a Sony A6100 e a Sony A6400. O anúncio afirma que os pedidos desses modelos de câmeras foram suspensos e não serão mais enviados para distribuidores ou clientes via loja da Sony devido ao estoque restrito. 

Sony suspende a fabricação de 3 modelos de câmeras mirrorless

“Lamentamos profundamente qualquer inconveniente causado aos nossos clientes. Faremos o nosso melhor para entregar o produto o mais rápido possível e agradecemos a sua compreensão”, disse a Sony em comunicado oficial.

A Sony diz que os efeitos da escassez de semicondutores são “mais sérios do que o esperado”, o que a forçou a tomar decisões sobre quais câmeras e lentes pode continuar a fabricar. A escassez do silício está afetando todos os fabricantes de câmeras fotográficas e equipamentos eletrônicos e foi causada pela pandemia do coronavírus.

Portanto, se você esperava comprar um desses modelos da Sony nas vendas da Black Friday nesta semana, pode estar sem sorte – a menos que encontre um varejista que ainda tenha um pouco de estoque sobrando. E em função da falta de chips e a produção limitada é bem provável que haja poucas câmeras com descontos neste fim de ano e no início de 2022.

Ajude o iPhoto Channel

Se gostou desse post compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais (Instagram, Facebook e WhatsApp). Há quase 10 anos produzimos diariamente 3 a 4 artigos para você ficar bem informado de forma gratuita. Nunca cobramos qualquer tipo de assinatura. Nossa única fonte de receita são os anúncios do Google Ads, que são exibidos automaticamente ao longo das matérias. É com esses recursos que pagamos os salários de nossos jornalistas e custos com servidores, etc. Se puder, nos ajudar compartilhando sempre os conteúdos, agradecemos imensamente. Os links para compartilhamento estão no começo e fim deste post.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *