Sony não venderá mais câmeras fotográficas no Brasil e preocupa fotógrafos

A Sony publicou ontem um comunicado nas suas redes sociais e na homepage do seu site (veja abaixo) confirmando o fim de suas atividades comerciais no Brasil. “A Sony Brasil irá encerrar suas atividades comerciais ao final do mês de Março de 2021, entretanto, o pós-venda e o suporte de reparo para todos os produtos sob nossa responsabilidade comercial continuam funcionando normalmente”, disse a empresa, que não venderá mais suas câmeras fotográficas no país.

Divulgação / Instagram Sony Brasil

Depois de uma polarização de décadas entre Canon e Nikon, nos últimos 10 anos, a Sony ganhou bastante mercado no Brasil, principalmente, com suas câmeras Mirrorless. O encerramento das atividades está deixando muitos fotógrafos preocupados, embora a Sony, como diz o comunicado, continuará prestando assistência e suporte técnico para reparos. Mas a verdade é que muitos fotógrafos migraram completamente para as lentes e câmeras Sony e agora terão que pagar um valor muito mais alto para continuar usando a marca, afinal, os equipamentos agora terão que ser importados e, automaticamente, ficarão mais caros em função da alta carga de impostos.

O fotógrafo Vinicius Cantuares questionou a empresa no Instagram: “Putz, agora lascou e nossas câmeras?”. Novamente a empresa apenas disse que continuará dando assistência técnica sem dar nenhuma informação sobre como os fotógrafos poderão continuar adquirindo os equipamentos da marca. A Sony não detalhou as razões que a levaram a empresa a deixar o país, mas disse que “sempre adota medidas para fortalecer a estrutura e a sustentabilidade de seus negócios, para responder às rápidas mudanças no ambiente externo”. Mas os problemas da Sony parecem ser maiores do que o mercado fotográfico. Em 2019, a empresa já havia deixado de vender seus smartphones em toda a América do Sul por causa da queda de vendas nos últimos anos. Aos fotógrafos agora resta apenas pagar mais caro para continuar usando a marca ou migrar para equipamentos de outra empresa. Indiferente da escolha, o fotógrafo que usam Sony serão bastante prejudicados com a saída da empresa do Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *