Renomado fotógrafo de vida selvagem é acusado de alimentar animais para tirar fotos

O renomado fotógrafo da vida selvagem David Yarrow está sendo acusado pela fotógrafa Tiffany Taxis de alimentar raposas selvagens para conseguir fazer as fotos do animais. Tiffany diz que estava diz que estava no Parque Nacional Grand Teton, nos Estados Unidos, fotografando uma raposa quando viu um grupo de homens atraindo os animais oferencendo comida. “Um homem, primeiro começou a alimentar a raposa ocasionalmente. Depois disso, os homens começaram a fotografar duas raposas. O fotógrafo instruiu um dos homens a usar a sacola plástica para fazer as raposas se aproximarem. 

Foto: Tiffany Taxis

As raposas se aproximaram do fotógrafo e esperaram ansiosamente pela comida. Então um dos homens disse, ‘é melhor você fazer o que eu digo ou vou pegar minha arma e atirar em você. Meus olhos se encheram de lágrimas instantaneamente. Eu simplesmente não conseguia imaginar como uma pessoa poderia falar com um animal inocente assim. Então, discretamente, tirei fotos dos homens ”, relatou a fotógrafa. Alimentar animais selvagens é ilegal nos parques nacionais dos EUA.

Durante o ocorrido presenciado por Tiffany ela ouviu o nome “David” ser mencionado, então começou a procurar fotógrafos de vida selvagem chamados David no Instagram antes de perceber que era o fotógrafo mundialmente famoso David Yarrow. “Assim que fui parar na página do Instagram de David Yarrow, eu sabia que era ele”, disse a fotógrafa, acrescentando que relatou o incidente ao Parque Nacional e apresentou um relatório de testemunha após ter certeza da identidade do homem. À medida que a notícia se espalhou por sites de notícias, Yarrow confirmou que ele é a pessoa na foto de Tiffany postada nas redes sociais, mas negou suas alegações de transgressão.

Foto: Tiffany Taxis

O fotógrafo disse ao site Fstoppers que estava no local para uma sessão de fotos para um editorial e que sua equipe só decidiu fotografar as raposas quando eles estavam encerrando sua sessão de fotos. “Nego veementemente a alimentação das raposas”, disse o fotógrafo. A equipe que estava com David durante as fotos também negou e disseram que o máximo que fizeram foi fazer barulho e jogar neve e uma embalagem de celofane de um maço de cigarros. Porém, a fotógrafa mantém sua história e diz que está convencida de que viu comida sendo jogada para as raposas. O Serviço Nacional de Parques confirmou que os guardas estão investigando o relato de Tiffany sobre uma equipe de fotografia alimentando raposas. 

David Yarrow, de 55 anos, possui mais de 400.000 seguidores no Instagram e teve cópias de suas fotos vendidas por mais de US$ 100.000 em leilões nos últimos anos. 

Uma petição no site Change.org pede que o fotógrafo David Yarrow seja banido de todos os Parques Nacionais dos Estados Unidos. “Exigimos que Yarrow seja responsabilizado em toda a extensão da lei por corroborar na alimentação ilegal de um animal selvagem”, diz a petição. “David Yarrow é um fotógrafo de alto nível que muitos outros artistas consideram um modelo. Ao continuar a aceitar suas ações, premiamos suas práticas antiéticas e enviamos a mensagem a outros fotógrafos de que eles podem violar as Leis dos Parques Nacionais e colocar em risco a vida de seus súditos selvagens sem medo das consequências”, disse Tiffany.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *