Projeto fotográfico

Fotógrafo cria série dedicada ao Fusca

Fotos: Leo Flores
Livro de fotografia

O fotógrafo curitibano Leo Flores tem a cidade como foco principal do seu trabalho documental, dedicando-se a registrar a beleza encontrada no seu cotidiano. Recentemente, sua paixão se voltou para o Fusca, um carro do século passado que ainda desperta interesse em muitas pessoas. Leo começou a registrar cada Fusca que via pela cidade em uma série que começou por acaso e segue em construção.

“Eu faço um trajeto de aproximadamente 18km diariamente de bicicleta e sempre registro o que me chama atenção pelo caminho. Além disso, estava em uma fase em que buscava documentar a cidade em suas cores. E os fusquinhas sempre chamam a atenção. Seu design e suas cores fazem deles únicos na rua… Além de ser o carro mais fotogênico que existe.”

Fotos: Leo Flores

As fotos foram feitas com um smartphone (Samsung Galaxy S7) pela facilidade – “está sempre no bolso“, diz Leo. Depois de postar as primeiras fotos no Instagram, o fotógrafo percebeu uma grande semelhança entre elas e resolveu dar sequencia à série, sempre com o telefone celular e usando o mesmo ângulo e a mesma composição pra criar simetria entre as fotos.

“Uma coisa que acho bacana é a ligação que as pessoas têm com os fusquinhas. Quando posto alguma foto sempre acabo escutando alguma história… Alguém que conta que aprendeu a dirigir em um Fusca ou que já teve um e que foi seu xodó… Além dos comentários dos proprietários e dos clubes espalhados pelo mundo todo. É incrível a paixão que este carro desperta.”

Fotos: Leo Flores

Fotografando profissionalmente desde 2011, Leo atua em diversos campos da fotografia. Ele faz parte da organização da Roda de Fotógrafos, movimento com encontros mensais no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, e já participou de diversas projeções, exposições coletivas e publicações locais. Para conhecer mais sobre o trabalho de Leo, acesse seu site e seu Instagram.

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

  • É… fusca é mesmo icônico… não tem jeito…
    Eu mesmo aprendi a dirigir em um, no do meu pai que ele tem até hoje… 73 1300 azul niágara…
    Depois comprei o meu, um 72 1500 amarelo texas… eu gostava dele… rss rssss bons tempos.
    É um bom tema para fotografar… achei interessante, tem bastante material…
    Abraços,