Moda Portfolio

Ivan Lenz conta como é a vida de um fotógrafo freelancer

Livro de fotografia

O fotógrafo sul matogrossence radicado em Santa Catarina Ivan Lenz, pode-se dizer que é um nômade. Não só no quesito moradia, como também no profissional. “Com meus 27 anos, Santa Catarina é o 4° estado diferente que moro”, explica Ivan, que atua na fotografia de forma freelance. Seu gosto pela fotografia surgiu aos poucos, com influência de alguns amigos de Goiânia, mas foi após alguns cursos de Photoshop e programação para internet, que o contato mais intenso e a necessidade de se aprofundar nos conhecimentos da fotografia. 

Processed with VSCOcam with f2 presetA carreira acadêmica foi iniciada pelo curso de Publicidade e Propaganda, onde pensava que teria um leque maior para o conhecimento em fotografia. Porém, haviam poucas matérias especificas destinadas à essa área, o que me levou a transferir para o curso de fotografia. “Tive excelentes professores, os quais me abriram os olhos para outras áreas fotográficas que nunca tinha tido contato com mais profundidade, como a fotografia analógica e fotografia documental”, ele conta.

O processo de aprendizado na faculdade é mais lento dos que são obtidos em palestras e workshops. Para alguns, esse processo é menos eficiente, mas particularmente, a obtenção dos conceitos, ideias e formas de pensar se fixam com mais força. Além de tudo, existe a preocupação sobre a importância social da fotografia, a febre dos cliques com celulares e como as pessoas encaram a fotografia. Todo esse conjunto te ajuda a desenvolver seu estilo próprio.

A fotografia sendo uma arte, assim como pintura, música, desenho e outros, a técnica é a mesma e os resultados são diversos. Existem profissionais que não passam por esta etapa para serem incríveis no que fazem. A faculdade é um ambiente que te apresenta diversas vertentes da fotografia e cabe a cada um se dedicar àquela que se identifica mais.

Apesar de ter concluído a faculdade de fotografia, ele tem sede de aprendizagem: “ainda tenho o desejo de estudar em outras instituições de ensino, buscando uma pós-graduação ou especialização em alguma área específica, pois a carreira acadêmica, dando aula em faculdades, pode ser muito bem conciliada com os trabalhos como fotógrafo. Como minha mãe sempre me diz: Conhecimento não ocupa espaço”.

ivanlenz_6815

Ser freelancer

“Os trabalhos como freelancer surgiram naturalmente, com a necessidade de entrar no mercado. Com o passar do tempo fui conhecendo outros profissionais, principalmente fotógrafos de casamento, que necessitavam de fotógrafos freelancer para os eventos”.  De acordo com o profissional, esse é um ramo de risco por não ter a estabilidade de um emprego fixo. Porém, como todo empreendedor dono de seu próprio negócio, você também precisa se dedicar para conseguir clientes fiéis. Os riscos são menores quando não temos uma sala comercial, um estúdio, onde as despesas são fixas.

_MG_4401

O perfil freelancer, nesse caso, se encaixa apenas para a fotografia de casamento. Para a fotografia de moda, que é o ramo que Lenz pretende seguir, todos os trabalhos são assinados com o seu nome. É na fotografia de moda que ele se inspira e busca referências. Os fotógrafos brasileiros Bob Wolfenson, Fabio Bartelt, Frank Silveira e os internacionais Mario Testino, JR Duran, Jerome Duran, Neave Bozorgi são os que inspiram e moldam cada vez melhor as luzes que ele trabalha. Ivan Lenz também faz muito o uso das redes sociais para fazer suas pesquisas e aprimorar a sua fotografia ainda mais.

Veja mais do trabalho de Ivan Lenz e acompanhe seu Instagram e a sua Fanpage:

ivanlenz_Ellamorena-6274

ivanlenz_Maria-9988

ivanlenz_mari-8342

ivanlenz_mari-8271

Maria Hilora em Floripa

lightroom

Sobre o autor

Suelen Figueiredo

Suelen Figueiredo

Jornalista do iPhotoChannel. Contato: jornalismo@iphotoeditora.com.br

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário