Os 3 pilares da diagramação de álbuns

Acho interessante dividir a diagramação em três pilares, para que a busca por conhecimento aconteça de uma forma estruturada. Quando estamos desenvolvendo o projeto de um álbum fotográfico, lidamos com três variáveis importantes, que exigem estudo e dedicação. São elas: software, design gráfico e materiais para impressão.

Um erro comum é acreditar que, por dominar um software de edição/diagramação, estamos aptos a fazer um trabalho impecável. O software é um suporte para colocar nossas ideias em prática, mas não é tudo. Dominar a ferramenta é importante para ser produtivo, mas dizer que diagrama conscientemente um álbum porque domina o software é quase a mesma coisa que se intitular fotógrafo por apertar o botão de uma câmera poderosa no modo automático. Como fotógrafo profissional, você sabe que existe muita técnica, além de uma boa dose de talento, em uma boa fotografia. Na diagramação não é diferente.

O motivo pelo qual distribuímos as fotos em um layout de determinada maneira e realizamos determinadas escolhas para compor cada lâmina do álbum é o aspecto mais importante do trabalho do diagramador. É necessário estudar os conceitos de design gráfico para fazer as escolhas certas. O papel do design gráfico é estruturar e dar forma à comunicação. No caso do álbum, contar uma história de forma organizada, consistente e harmônica. Apesar de utilizarmos a fotografia como matéria-prima, o trabalho de diagramação de um álbum não é fotografia, e sim design gráfico.

Pesquise os materiais possíveis para impressão e acessórios para conservação de seu álbum. Isso irá definir de que forma a diagramação deverá ser executada. Busque estilos de álbuns que reflitam a sua identidade como fotógrafo ou a forma como gostaria de ser reconhecido no mercado. Mas tenha os pés no chão e avalie se o material atende ao perfil dos seus clientes – tanto estética quanto financeiramente. Não adianta oferecer um álbum fine art, elaborado artesanalmente e supersofisticado, se o público que você trabalha estiver em busca de algo mais econômico. Faça uma avaliação bem ponderada e monte o seu portfolio para exibi-lo aos seus clientes. Quando a diagramação é elaborada com o material impresso em mente, podemos explorar várias possibilidades para que o layout esteja em harmonia com o modelo do álbum e seus revestimentos. O conjunto da obra fica muito mais interessante e faz toda a diferença, causando uma ótima impressão pela riqueza de detalhes.

Por último, mas não menos importante, conte uma história… Deixe-se envolver, se emocione… Tenha sempre em mente o dono do álbum e considere seriamente o que será relevante para ele. Afinal, um álbum fotográfico é muito mais do que uma coleção de quadradinhos com fotos. Um álbum é um livro com um capítulo significativo e marcante da vida de quem te contratou.

.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *