Tendência

No Japão, a marca de câmera preferida não é Canon, Nikon ou Sony

Pesquisa surpreende e revela que japoneses ainda valorizam a tradição do que as novidades

Uma pesquisa está apresentando resultados surpreendentes sobre qual é a marca favorita de câmeras dos japoneses. Ao contrário do que poderíamos imaginar, nem Canon, nem Nikon, nem Sony são as marcas preferidas no Japão. Até o momento, a líder da pesquisa é a Pentax / Ricoh. Com quase 9.500 entrevistados, nada menos que 24% preferem e colocam a marca em primeiro lugar. Enquanto, a Nikon vem em segundo lugar com 19,9% e a Canon e Nikon em terceiro e quarto com 13,5%. Veja abaixo a tabela com os resultados da marca de câmera preferida no Japão:

É importante ressaltar que a pesquisa não é um retrato do volume de vendas de cada marca, mas apenas avalia a marca de câmera preferida dos entrevistados. Apesar da Pentax ser a mais queridinha como marca, as 3 gigantes Canon, Nikon e Sony ainda dominam as vendas no Japão. Segundo revelado pelo BCN Awards no início deste ano, as 3 fabricantes detêm juntas 74% do mercado de câmeras mirrorless e 96,7% de câmeras DSLR. Então, o que explica a preferência dos japoneses pela Pentax?

“Quando você tira uma foto com uma câmera DSLR, a luz passa pela lente e, por sua vez, pelo visor óptico. Você vê a imagem diretamente com os olhos e a sente com o coração”.

Pentax aposta na tradição para ser a marca de câmera preferida

Enquanto Canon, Nikon e Sony anunciam que não vão mais fabricar várias câmeras e lentes DSLR para se dedicar a produção de câmeras Mirrorless, a Pentax anunciou seu compromisso contínuo com o sistema. No final de 2020, o presidente e CEO da Pentax / Ricoh Imaging Shinobu Takahashi declarou: “Também temos tecnologia Mirrorless, mas abandonaríamos o prazer de uma câmera reflex de lente única que olha diretamente para o assunto através do visor. Eu não posso fazer isso.” No site oficial da empresa um texto emotivo reforça esse posicionamento: “Quando você tira uma foto com uma câmera DSLR, a luz passa pela lente e, por sua vez, pelo visor óptico. Você vê a imagem diretamente com os olhos e a sente com o coração”.

marca de câmera preferida

E pelo jeito a postura da empresa em manter-se fiel as DSLRs agradou muitos fotógrafos. Num país que as tradições são importantes, existem muitos fãs que estão profundamente enraizados com o sistema DSLR e possuem obsessão com o visor óptico. E querem manter vivo o tradicional sistema DSLR apoiando a Pentax. Por isso, não será surpresa nenhuma se nos próximos anos haja um aumento significativo do volume de vendas de câmeras DSLR da Pentax no país.

Pentax fez muito sucesso no Brasil

A clássica câmera Pentax K1000

Embora o Japão seja um berço de novas tecnologias, a tradição ainda é muito forte e a Pentax aposta suas fichas nisso para ganhar ainda mais preferência dos fotógrafos e amantes da fotografia. No Brasil, a Pentax teve participação importante no mercado nos anos 90, ainda na era analógica, disputando frontalmente a preferência dos fotógrafos com a Canon. Modelos como a Pentax K1000, Pentax 6×7 e Pentax MZ-50, por exemplo, marcaram época na carreira de muitos profissionais e amadores. Em universidades, as aulas de fotografia geralmente eram feitas com uma K1000. As 6×7 eram sinônimo de alta qualidade no mercado publicitário e moda. E a Mz-50 era amada por fotojornalistas e fotógrafos de eventos sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *