Manipulação de imagem

National Geographic divulga foto manipulada e gera discussão na internet

Uma matéria publicada pela National Geographic chamou atenção pelo seu tema mas uma fotografia em específico tem gerado muitos comentários. Publicada no dia 26 de abril e intitulada “Veja as árvores mais antigas do mundo à luz das estrelas” a série fotográfica de Beth Moon faz parte de seu projeto Diamond Nights. A fotógrafa ficou muito conhecida quando realizou uma série fotográfica de árvores ancestrais.

Luz das estrelas iluminam as árvores em Keetmanshoop, Namibia. Foto: Beth Moon

A matéria da jornalista Catherine Zuckerman, da equipe de ciência da National Geographic, dizia que a intenção nas fotografias de Moon era iluminar as árvores apenas com a luz das estrelas e quando necessário o uso de lanternas, até aí tudo bem. Mas aparentemente a manipulação de imagem não foi adicionada ao contexto, e provavelmente nem a própria jornalista sabia disso.

A fotografia intitulada “Baobabs são silhueta contra a Via Láctea em Botswana” chamou atenção por detalhes na Via Láctea que parecem clonados e colados dentro da imagem, deixando alguns pontos mais escuros, o que tornou a fotografia mais interessante de certa maneira.

Mais de 23 mil pessoas curtiram a publicação da National Geographic no Facebook, 7.900 compartilharam e mais de 500 comentários foram acumulados, inclusive o de vários pessoas pedindo uma explicação da National Geographic e da própria fotógrafa sobre o assunto. A questão é que se tivessem explicado sobre as manipulações na fotografia estava tudo bem, mas enganar o espectador com certeza não é a melhor opção. A fotógrafa provavelmente não deve ter deixado claro o seu processo de criação e edição quando divulgou o trabalho.

Baobab Foto: Beth Moon
Pinheiro de bristlecone e a chuva anual de meteoros Perseidas, na California. Foto: Beth Moon
Keetmanshoop, Namibia. Foto: Beth Moon

Fonte: Petapixel