Manipulação de imagem

Adobe está desenvolvendo software para detectar imagens manipuladas

Famosa imagem manipulada de um lançamento de mísseis, publicada pelo governo iraniano em 2008
Livros de fotografia

Lançamento em fevereiro de 1990, o Photoshop vem sendo amplamente utilizado para a manipulação de fotos, mas agora a Adobe está desenvolvendo um software de inteligência artificial para identificar essas manipulações e ajudar na guerra contra fotos falsas.

“Algumas pessoas usam essas ferramentas poderosas para adulterar fotos com propósitos enganosos”, escreve a Adobe em seu blog. “Além de criar novas capacidades e recursos para a criação de mídia digital, a Adobe está explorando as fronteiras do que é possível usando novas tecnologias, como a inteligência artificial, para aumentar a confiança e a autenticidade na mídia digital”

Existem ferramentas que podem ajudar as pessoas a identificar a manipulação – coisas como metadados e programas que examinam as características das fotos (por exemplo, ruído, bordas, iluminação, pixels) – mas a tecnologia de inteligência artificial pode ajudar a levar isso ao próximo nível. A inteligência artificial pode ajudar a detecção de foto falsa ser mais fácil, mais rápida, mais confiável e mais informativa.

Em artigo intitulado “Aprendendo sobre recursos sofisticados para detecção de manipulação de imagens”, o pesquisador Vlad Morariu descreveu como a Adobe está usando inteligência artificial para essa finalidade. A equipe concentrou-se nas três técnicas mais comuns de manipulação de imagens: splicing (combinação de duas fotos), copy-move (clonar) e removal (remover).

“Cada uma dessas técnicas tende a deixar certos artefatos, como bordas de contraste fortes, áreas suavizadas deliberadamente ou padrões de ruído diferentes”, diz Morariu. “Usando dezenas de milhares de exemplos de imagens manipuladas conhecidas, treinamos com sucesso uma rede neural de aprendizagem profunda para reconhecer a manipulação de imagens”

A inteligência artificial pode ajudar a identificar como e onde uma foto foi manipulada em apenas alguns segundos. Mas em vez de substituir os meios tradicionais já utilizado no mundo do fotojornalismo, essas tecnologias deverão ser utilizadas como um complemento.

“A Associated Press e outras organizações de notícias publicam diretrizes para a edição digital apropriada de fotografias para mídia de notícias”, diz o diretor da Adobe Research, Jon Brandt. “Acho que uma das funções importantes que a Adobe pode desempenhar é desenvolver uma tecnologia que os ajude a monitorar e verificar a autenticidade como parte de seu processo”

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!