Livro retrata saberes da pesca artesanal

untitled

O modo de vida e os conhecimentos culinários das tradicionais comunidades pesqueiras de norte a sul do País são o tema de Gente do mar (Terceiro Nome, 311 págs., R$ 88), livro que é resultado da parceria entre o historiador Ricardo Maranhão e o fotógrafo Fabio Colombini e cujo lançamento ocorre nesta terça-feira (16), às 19 horas, na Pasquale Cantina (R. Girassol, 66, Vila Madalena), em São Paulo.

Gente do Mar Capa Final.inddRicardo e Fabio levaram um ano e meio realizando o projeto. Foram do Pará ao Rio Grande do Sul, enfrentando estradas precárias e pequenas embarcações, para conhecer 25 comunidades de pescadores e documentar suas práticas culinárias e seu estilo de vida tradicional, ameaçado pelo avanço da pesca industrial e do turismo predatório.

Ricardo Maranhão ressalta que a cultura desses homens do mar, vinculada a uma ocupação discreta e respeitosa do meio ambiente, possui uma riqueza capaz de ensinar aos brasileiros um “modus vivendi” mais próximo à natureza. “Infelizmente, em muitos lugares de nosso litoral, o turismo predatório e as técnicas de pesca industrial vêm expulsando inúmeras famílias de pescadores e descaracterizando sua existência”, afirma.

O livro mostra que existe uma realidade que pode ser aproveitada por um turismo inteligente, utilizando a sabedoria dessa gente do mar em um Brasil tão rico de diversidades. Gente do Mar foi realizado com apoio da Lei Rouanet e patrocínio do Banco Volkswagen.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *