Concurso de Fotografia Destaque Fotojornalismo

“Prefiro fotografar festas”, diz vencedor do Esso

iPhoto Channel_Esso_Victor Dragonetti
Foto de Drago vencedora do Esso: experiência frustrante

O prêmio Esso é um dos prêmios de maior prestígio da imprensa nacional. Deve, portanto, exercer um peso no currículo do profissional, abrir portas. No caso de Victor Dragonetti, 23, ganhador do prêmio no ano passado, na categoria Fotojornalismo, não representou nada disso.

Drago, como é conhecido, falou sobre a experiência na noite de segunda-feira (29), durante a Semana de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo. Conforme registrou a reportagem do portal Comunique-se, o fotógrafo afirmou: “Prefiro fotografar festas a ser pautado por jornal”.

O motivo está relacionado com a foto vencedora do Esso, PM ferido afasta agressores, feita durante as manifestações de junho de 2013 na capital paulista. Drago não guarda boas lembranças da negociação que teve com a Folha de S. Paulo pela publicação da imagem. “Com a experiência que tive, prefiro mil vezes trabalhar em aniversário infantil e em casamento”, disse, se referindo ao valor inicialmente oferecido (R$ 100) e à maneira como a foto foi usada no noticiário: “[Em uma] matéria meio que criminalizando o movimento”, considerou o fotógrafo, que participa do coletivo de fotógrafos de rua Selva SP.

O prêmio também não fez “chover” ofertas de trabalho, segundo Drago. Ele, porém, minimizou o caso, assegurando não ter dado tanta importância à conquista. Para o fotógrafo, o mais importante é fazer o que ele gosta, independente se isso vai ter repercussão pública ou não.

banner-estudio-evolution1