Fotojornalismo

10 imagens sobre as queimadas na Amazônia

Livros de fotografia

Nas últimas semanas o Brasil e o mundo tem focado suas notícias em um acontecimento: os incêndios na Amazônia. Inúmeras matérias começaram a surgir e junto a elas as imagens. Acontece que estamos vivendo uma era midiática, onde o acesso fácil as antigas fotografias podem afetar o teor e credibilidade de uma notícia.

23 de agosto de 2019 – Porto Velho, Rondônia. Foto: Carl de Souza/AFP

Encontramos algumas imagens sobre o assunto e buscamos identificar todas como sendo deste período das queimadas. Uma das fotografias que mais chamaram atenção foi a do sargento Pedro Ribas Alves dando água para um tatu. A imagem circulou nas redes sociais, e realmente trata-se de uma situação atual, porém o sargento não concordou com o contexto político na qual foi inserida. Ao site BBC ele disse. “Sou eleitor de Bolsonaro. Fiquei um pouco chateado porque a foto vem sendo usada para denegrir o presidente. Essa nunca foi minha intenção e não tirei essa foto para aparecer. A imagem foi tirada de contexto. Aquele incêndio não foi criminoso, não tinha nada a ver com desmatamento ilegal ou com a Amazônia. Aqui é cerrado” conta ele.

Pedro Ribas Alves
23 de agosto de 2019 – Vegetação perto de Porto Velho. Foto: Victor R. Caivano/AP

O atual acontecimento é o maior em 7 anos, e comparadas ao ano passado o aumento é de 82%, sendo 52,2% na Amazônia. As queimadas são medidas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pela NASA por meio de satélites. Os locais com maior foco de queimadas são os que tiveram maior índice de desmatamento, processo que também faz parte do desenvolvimento agropecuário.

Foto da Estação Espacial Internacional apresenta os diversos focos de incêndios na região amazônica. Foto: ESA/NASA
Foto: Marcio Pimenta/El País/Pulitzer Center
Foto: Marcio Pimenta/El País/Pulitzer Center
Foto: EPA
Foto: Marcio Pimenta/El País/Pulitzer Center
Foto: Marcio Pimenta/El País/Pulitzer Center
Foto de 1989

Fontes: G1 / El País

Sobre o autor

Eliza Doré

Eliza Doré

Jornalista do iPhoto Channel é formada pela Univali em Comunicação social com ênfase em jornalismo e pós-graduada em Gestão Cultural, estudou fotografia documental em Buenos Aires.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário