Fotógrafo ensina método para montar pacote de preços na fotografia

Quanto cobrar por suas fotos e como definir os preços do seu trabalho na fotografia? Essas são duas dúvidas que todo fotógrafo passou na sua carreira. E com as constantes mudanças na economia, novos concorrentes e a demanda variável de clientes tornou a questão do preço atual dos seus trabalhos uma preocupação constante. Por isso, o fotógrafo Walid Azami, publicou um artigo dando ótimas dicas que podem ajudar muito. 

preço na fotografia
Foto: Pexels

“Na minha experiência, o que funciona melhor em todos os níveis e para todos os tipos de fotografia é o método de três preços: um pacote barato, um pacote com preço médio e um pacote com preço caro. Muitos freelancers irão insistir que seu método é o melhor, e se você acredita que isso seja verdade, continue fazendo isso. Este é um ponto de partida para muitos fotógrafos”, disse Azami, que nos tópicos abaixo explica por que esse método de preços na fotografia pode ser uma boa alternativa.

Por que começar com o método dos três preços na fotografia?

Comece com o que é mais familiar para o seu público. Muitos fotógrafos de casamento, serviços online e até mesmo pequenas empresas oferecem esse método. É o que exige menos esforço quando você aborda esse método de precificação. Só por esse motivo, eu o sugeriria como ponto de partida. Lembre-se de que sempre haverá um fotógrafo que insiste em que seu jeito funcione melhor. Quero que você crie uma renda saudável porque está fazendo o que ama e deve usar o método que já funciona para você. 

Poderíamos facilmente optar por um método de precificação que permite que cada opção brilhe individualmente. Se você quer algo barato, temos algo para encaixar nisso. Se você quer algo com valor médio, existe essa opção e o mesmo para o pacote mais caro. Podemos fazer isso ou podemos utilizar cada pacote como uma oportunidade de trabalhar para o nosso negócio. Veja abaixo como cada opção pode ser trabalhada.

preço na fotografia
Foto: Walid Azami

A opção com o preço mais barato

Este é o ponto de entrada do seu produto. Isso permite que a maior parte do mercado experimente o seu serviço e saia com algo bonito. É uma decisão mais fácil para o consumidor com o mínimo de risco. Esses pacotes geralmente duram cerca de 4 horas (mercado de casamento), oferecem algumas fotos e cobrem o básico. 

Ponto positivo: é fácil de preencher sua agenda com muitos clientes. Pense, quantidade em vez de qualidade, e isso se tornando uma introdução aos seus serviços. 

Ponto negativo: é um cliente básico e você precisa estimulá-lo a se tornar um cliente maior. Esse pacote também exige muito gerenciamento de clientes; ou seja, dá muito mais trabalho em todas as etapas.

A opção com o preço médio

Este é o que deve ser chamado de “O Vendedor” porque deve fazer a venda para você. Aqui está o que um cliente deve pensar quando vê a sua opção intermediária de preço: “Eu quero um pouco mais do que a primeira opção, mas a segunda opção é muito mais cara com apenas um pouco mais de benefícios”.

Neste pacote você deve oferecer apenas um pouco mais de serviços ou produtos, mas o aumento no preço deve ser maior. Por exemplo, se você está oferecendo 4 horas no primeiro pacote, este deve ter apenas 6 horas. Também deve custar substancialmente mais. Isso permite ao cliente pensar em desistir do pacote mais barato e começa a pensar em investir mais um pouquinho no pacote três.

preço na fotografia
Foto: Walid Azami

Ponto positivo: se eles escolherem isso, você terá um grande lucro. Você está oferecendo apenas um pouco mais por um salto muito maior no preço. Se eles não selecionarem a segunda opção, isso ainda é ótimo! Eles agora escolhem a opção 1 (você trabalha menos e é fácil de concluir) ou escolhem a opção 3. Discutiremos isso a seguir.

Ponto negativo: não vejo um lado ruim nisso. Para o cliente, não deve fazer sentido, porque eles estão recebendo um pouco a mais por uma taxa mais alta. 

A mágica da opção 2 é que ela vende por você porque faz a sugestão por você. O cliente naturalmente olha as seleções e decide mudar para o mais caro ou volta para o preço básico. Na minha opinião, o papel da opção do meio é vender para você. 

A terceira opção: o preço mais caro

A terceira opção é a mais cara, mas não muito. Na verdade, ele se vende sozinho porque o cliente ganha muito mais por uma taxa um pouco mais alta. Para preços de terceiro nível, você pode oferecer muitos serviços que não custam muito mais do que um pouco de tempo. Supondo que você esteja lá por 6 horas no pacote 2, que diferença faz ficar por mais duas horas e completar 8?

Supondo que você esteja fornecendo 10 imagens para a opção 2, realmente custa mais do que algum tempo fornecer 15 imagens para a opção 3? Custa muito mais dar a eles imagens perfeitamente cortadas para o Instagram? Que tal uma apresentação de slides que você pode automatizar com um serviço online? Custa muito mais para você fazer upload de imagens, selecionar a música e oferecer ao seu cliente algo especial para seus canais sociais? 

O pacote três oferece muito mais, com apenas um pequeno aumento de preço, do que o pacote dois. Veja o vídeo no final deste post para entender isso em detalhes, mas é para dar uma ideia de como os pacotes podem funcionar para você. O vídeo está em inglês, mas você pode ligar a legenda em português.

Ponto positivo: isso permite que um cliente de orçamento mais alto trabalhe com você, eles é que o contratam continuamente. O preço de terceiro nível faz sentido porque o fotógrafo pode fornecer serviços adicionais que não aumentarão o custo operacional de um negócio. 

Ponto negativo: pode ser um motivo para os clientes não trabalharem com você, porque é um preço mais alto. No entanto, eles têm a opção 1 para selecionar se amam seu trabalho e desejam um ponto de partida mais barato.

O método dos três preços serve para todas as áreas da fotografia?

Eu sugeriria este método de precificação para fotógrafos de retratos, casamentos e famílias. Quando você entra em um trabalho comercial (moda, publicidade e produtos), existem outros fatores que podem afetar seu orçamento. Se você tem um método de precificação que funciona para você, continue usando-o. Isso é para você começar e algo que funciona para milhares de marcas continuamente. Destina-se a dar opções aos seus clientes em todas as áreas. Se eles querem o segundo pacote, dê-lhes. E dê a eles o melhor serviço que eles já viram. Se eles só puderem pagar pela primeira opção, trate-os como membros da realeza e eles acabarão por progredir. Trata-se de garantir que o cliente obtenha mais retorno por seu investimento e que o negócio tenha uma margem de lucro maior para você.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *