Tendência

Fotografia virtual: como jogadores de videogames se tornaram fotógrafos virtuais

Fotografia cinematográfica, fotografia digital e agora, fotografia virtual. Mas fotografia virtual significa simplesmente tirar uma captura de tela do que estiver na tela de um jogo? Neste artigo, veremos como os jogadores de videogames se transformaram em fotógrafos virtuais e como o conceito já é usado no marketing.

A Fotografia Virtual, mais do que nunca, está em alta em todo o mundo. Para você ter uma ideia dessa onda, existem mais de 1 milhão de postagens no Instagram marcadas com #virtualphotography. Ser um fotógrafo virtual envolve tirar screenshots de jogos de videogames e cuidadosamente planejados da mesma forma que um fotógrafo tradicional procura a foto perfeita. 

Fotografia virtual de jogos de videogames
Fotografia Virtual do jogo The Last of Us 2 | Crédito: @jafreesperspective

Isso pode significar vasculhar as ruas ameaçadoras de jogos como Gotham (Batman), ou as cabanas escondidas de Tamriel (Skyrim), ou as Tilted Towers (Fortnite) devastadas pela guerra para a tela perfeita.

O que é fotografia virtual?

O conceito de fotografia virtual existe há algumas décadas. Mas à medida que mais e mais desenvolvedores de videogames incluíam um modo de foto, uma subcultura da Internet se desenvolveu onde os jogadores compartilham suas fotos no jogo.

Imagine uma câmera clássica, flutuando pelo mundo do jogo sem nenhum impacto em seu personagem ou NPCs, ajudando você a capturar suas aventuras no jogo. A fotografia virtual não se limita aos videogames, no entanto, e agora é usada por empresas à medida que AR (Realidade Aumentada) e VR (Realidade Virtual) se tornam mais comuns.

Fotografia virtual de jogos de videogames
Fotografia virtual do jogo GTA 5 | Crédito: @jafreesperspective

Jogadores como fotógrafos virtuais

Um dos jogos mais memoráveis ​​que permitiu aos jogadores tirar fotos no jogo é o Gran Turismo 4, lançado em 2005. Os jogadores podiam usar o “modo foto” para tirar fotos de seus carros pela pista ou em determinados locais.

Mas o jogo não tinha um recurso que permitisse compartilhar essas fotos com outros jogadores. Você teria que carregá-los para um serviço de armazenamento baseado em nuvem , enviá-los por e-mail e assim por diante.

Fotografia virtual de jogos de videogames
Fotografia virtual do jogo Horizon Zero Dawn | Crédito: @leopardsang

No entanto, as coisas mudaram com o Halo 3. O “modo teatro” do jogo permitia que você gravasse todas as partidas jogadas, online ou offline. Em seguida, você pode salvar o conteúdo no Compartilhamento de Arquivos do seu perfil, para que outros jogadores possam acessá-lo facilmente no lobby pré-jogo.

Com o passar do tempo, mais e mais jogos com visuais incríveis e mundos abertos impressionantes com detalhes desconcertantes e designs intrincados se tornaram parte das coleções dos jogadores. Ghost of Tsushima, Death Stranding e Horizon Forbidden West são apenas alguns dos jogos que cativaram os jogadores e os fizeram dar uma pausa nas missões e mergulhar fundo no modo foto.

Mesmo que você não esteja interessado em videogames, há uma chance de você já ter encontrado esse tipo de arte. O e-commerce já utiliza fotos virtuais há alguns anos. Mas por que os empresários estão procurando substituir a fotografia clássica?

Fotografia virtual do jogo Ghost of Tsushima | Crédito: @jafreesperspective

As vantagens da fotografia virtual

Vamos dar uma olhada rápida em algumas das principais vantagens da fotografia virtual.

Baixo custo

Quando se trata de fotografia tradicional, as contas aumentam rapidamente. Mesmo se você planeja comprar equipamentos fotográficos de segunda mão on-line , ainda precisa de um estúdio, software de edição e talvez precise contratar alguém para ajudá-lo durante a filmagem. Com a fotografia virtual, você não precisa de tantos equipamentos.

Fotografia virtual de jogos de videogames
Fotografia Virtual do jogo Uncharted 4: A Thief’s End | Crédito: @jafreesperspective

No entanto, não pense que você pode renderizar imagens de alta qualidade com qualquer computador. Você ainda precisa de um processador potente, placa de vídeo dedicada, sistema de refrigeração eficiente e bateria de longa duração, para não perder seu trabalho por causa de falta de energia.

Eficiente

Ao comprar telefones, cadeiras ou até casas, as pessoas querem ver um modelo detalhado. Imagine quanto esforço e tempo levaria para montar um estúdio, trazer todos os produtos e fotografá-los de todos os ângulos. Além disso, se o produto estiver disponível em várias cores, você terá que trazer uma para cada variação de cor.

As empresas de móveis estão usando a fotografia virtual como parte da experiência de RA que estão oferecendo a seus clientes em potencial. Agora você pode verificar como um móvel se encaixaria, em tamanho e cor, usando um aplicativo.

Condições Perfeitas, Sempre

Mesmo se você agendar sua sessão de fotos para a melhor hora do dia, como a hora dourada, as condições ambientais não serão perfeitas. O mesmo vale para filmar em um estúdio. Você ainda terá que experimentar várias configurações de iluminação, lentes diferentes ou posicionamento do assunto.

Como fotógrafo virtual, você pode criar as melhores condições em pouco tempo. Precisa alterar o balanço de branco, foco, distância focal ou qualquer outra configuração de “câmera”? Com apenas alguns cliques, você criará as melhores condições para sua sessão de fotos.

A fotografia virtual é o futuro?

Com o desenvolvimento de AR (Realidade Aumentada) e VR (Realidade Virtual), não há dúvida de que a fotografia virtual veio para ficar. Como jogador, agora você pode ganhar prêmios de fotografia virtual. Como proprietário de uma empresa, você pode reduzir custos e tempo enquanto aumenta a eficiência.

Mas não importa o quão rápido a fotografia virtual evolua, ela não pode substituir a sensação de explorar o mundo real e a satisfação de criar uma bela história visual.

* Artigo escrito pelo jornalista Matthew Wallaker e publicado originalmente no site MUO.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.