Fotografia documental Livros

Mineiro fotografa prostitutas veteranas

Livro de fotografia

roberto - confere com o original

Confere com o original é o nome do livro lançado no início de novembro pelo fotógrafo mineiro Roberto Abreu. O material é resultado de um trabalho ao qual ele se dedica há um ano e meio e traz imagens de prostitutas que fazem ponto na Praça Tiradentes, centro do Rio de Janeiro.

O aspecto diferente do seu trabalho é que não se trata exatamente de garotas de programa, mas de senhoras: algumas delas são sexagenárias profissionais do sexo.

iPhoto Channel_Roberto Abreu_Confere com o original 2Roberto é de Muriaé, Zona da Mata mineira. Entre as memórias da infância, guardou a impressão que os prostíbulos típicos das cidades do interior lhe causaram. “Eu tinha certo encantamento com esses lugares proibidos”, disse ao jornal O Tempo, justificando seu interesse pelo tema.

O fotógrafo iniciou um cauteloso processo de aproximação que culminou em meses de convívio e um entendimento que não dava lugar a comiseração.

“Em nenhum momento eu quis passar um olhar de piedade, elas não estão lá porque foram excluídas da sociedade. Durante todo esse processo eu não ouvi nenhuma história trágica, de abuso, violência ou estupro, todas começaram com isso tendo outro trabalho. Então, eu tento transmitir a imagem como uma profissão qualquer”, explicou ao jornal mineiro.

As fotos foram realizadas no Hotel Nicácio, um prédio “meio decadente, mas lindo” com paredes grafitadas onde as mulheres recebem os clientes. Foi dali que saiu o nome do ensaio: “Eu tinha acabado de fotografar uma das garotas, ela estava se levantando e se vestindo quando vi um grafite escrito ‘Confere com o original’ bem ao lado das pernas dela. Nesse momento, eu pedi para ela parar, tirei uma foto e, ao mesmo tempo, encontrei o título pro trabalho, porque acho que tem tudo a ver com a proposta”, explicou Roberto.

Sobre o autor

Alcides Mafra

Jornalista e colaborador do iPhoto Channel (alcidesmafra@iphotochannel.com.br)

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário