Ensaios de casais Ensaios de noivos Fotografia de casamento Fotografia de natureza Lentes

Segurança nos ensaios: quais os limites em busca da foto perfeita?

Livro de fotografia

6 dicas fundamentais para fazer ensaios externos e manter a segurança de seus clientes e equipamentos

Em busca da foto perfeita todo fotógrafo libera um “Q” de ousadia e loucura nos ensaios. Muitos acreditam que sem ser um “pouco louco” é difícil conseguir fotos extraordinárias com ângulos, enquadramentos e composições fora do comum. Um belo exemplo dessa “loucura” atrás da foto perfeita é o fotógrafo Jay Philbrick que faz a beira de penhascos ensaios de noivos e casais absolutamente impressionantes. Embora, só de ver, muitas pessoas ficam arrepiadas. Mas para quem curte aventura e emoção o trabalho de Jay é maravilhoso.

Foto: Jay Philbrick

Porém, para fazer esse tipo de sessão, tanto Jay quanto seus clientes, previamente, são orientados por especialistas em segurança em escaladas ou montanhismo. Assim o fotógrafo e seus clientes ficam mais tranquilos quanto a eventuais riscos e sabem os limites de cada movimento. Mas além das pessoas envolvidas nos ensaios (fotógrafo, assistentes e clientes), outro cuidado fundamental é com a segurança dos equipamentos. Qualquer descuido no manuseio dos equipamentos em algum ensaio na altitude, seja num penhasco, prédio ou em cima de uma árvore, pode causar danos irreparáveis em lentes e câmeras. E aqui é recomendável sempre o uso das correias nas câmeras durante as sessões de fotos e, previamente, contratar um seguro de equipamentos. Assim, o que para muitos parece ser um ensaio ou sessão de fotos arriscada fica plenamente seguro para o fotógrafo, clientes e equipamentos.

E por falar em segurança de equipamentos, a fotógrafa Barbara Jensen Vorster passou um grande aperto quando estava na Reserva Mashatu Game, em Botsuana. E por pouco não ficou sem sua câmera. Barbara estava tentando fotografar uma leoa e seus filhotes e, simultaneamente, fazer um vídeo da cena com seu celular e fotografar a leoa com sua câmera DSLR dentro de um jipe 4×4. O celular estava num tripé e começou a se movimentar e mudar o enquadramento. Barbara rapidamente se inclinou para corrigir a fixação e posição do celular no tripé, e por um azar enorme, ao fazer esse movimento bateu na sua câmera, que foi arremessada para fora do carro, caindo no chão. Com o barulho, a leoa foi em direção ao equipamento, o pegou pela boca e sossegadamente o levou para seus filhotes brincarem. Eles arrastaram a câmera pela terra, mastigaram o para-sol e, felizmente, como a maioria das crianças, logo se cansaram do novo brinquedo. Eventualmente, Barbara foi capaz de recuperar o equipamento. Ela pagou £ 200 de conserto (em torno de R$ 1 mil) – mas optou por manter as marcas de dentes nos anéis de foco de borracha, assim como outras marcas de dentes no para-sol. “O fotógrafo pode se gabar de que suas lentes estavam na boca de um leão?”, brinca.

Foto: Barbara Jensen
Foto: Barbara Jensen

Histórias de fotógrafos passando apuros com a perda e a segurança de seus equipamentos é cada vez mais comum. Por isso, tome alguns cuidados essenciais. Vamos aos principais:

  1. Se ainda não conhece a locação que vai fotografar, chegue com antecedência e avalie a segurança de lugar onde pensa em fotografar. Itens como altura de penhascos, pedras lisas em rios e cachoeiras, espinhos nas vegetações ou pequenos insetos como marimbondos, abelhas e formigas merecem uma atenção especial.
  2. Leve sempre com você em sessões externas água e repelentes. Também veja se o local do ensaio tem sinal de celular, pois em caso de qualquer emergência é fundamental o contato com o mundo exterior.
  3. Certifique-se de que você possui o equipamento (além do fotográfico) necessário para viver essa experiência, uma mochila de equipamentos bem elaborada pode te ajudar e muito em alguns momentos.
  4. Nunca deixe seus equipamentos longe de você, mesmo que estejam na mochila. Ensaios em locações externas oferecem bastante risco de roubo, seja ensaios na praia ou num pequeno parque, bosque, sítio ou mata. Oriente seu assistente de ficar de posse dos equipamentos, nunca deixe-os no chão ou longe de você.
  5. Outro erro comum é levar muito equipamento para os ensaios e deixar uma parte dentro do carro. Isso é muito perigoso! Como o ensaio sempre fica um pouco distante de onde você deixa o veículo estacionado, você pode ser um alvo fácil de um roubo.
  6. Embora possamos tomar todas as medidas de precaução e segurança durante o ensaio, nunca estamos completamente livres de um acidente ou roubo. Então, fazer um seguro de todo equipamento garante, aí sim, plenamente sua tranquilidade quanto ao risco de um prejuízo inesperado.

Aqui no Brasil, uma das empresas mais reconhecidas na área de seguros de equipamentos para fotógrafos e videomakers é a FotoSeg, que oferece proteção contra roubos, furtos, acidentes, danos por líquidos, danos elétricos, equipamento reserva e cobertura internacional. E você não precisa sequer ter a nota fiscal dos equipamentos. Além das câmeras e lentes, você também pode fazer o seguro de tripés, mochilas, drones e todos acessórios que usar durante os ensaios. Tudo fica segurado! E você super tranquilo! Bora proteger seus equipamentos? Baixe o aplicativo da FotoSeg na PlayStore e App Store ou acesse o site www.fotoseg.com.br ou pelo email seguro@fotoseg.com.br e whatsapp 11 95328-0169.

Sobre o autor

Da Redação

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário