Fotografia contemporânea Livros

Livro discute impacto ambiental com fotos feitas no estilo mobgraphia

Foto: Valdemir Cunha
congresso de fotografia

Um dos principais fotógrafos documentaristas do país, Valdemir Cunha se especializou em meio ambiente e geografia humana. Com 30 anos de carreira e mais de 20 títulos publicados, o fotógrafo percorreu o Brasil registrando suas belezas naturais e comunidades.

Agora, Valdemir pretende lançar o fotolivro “Natureza Morta: o labirinto do minotauro”, um projeto que nasce a partir de um manifesto contra o impacto ambiental causado pelo homem, uma causa abraçada pelo fotógrafo durante toda a sua carreira.

“Ao longo desses 30 anos eu vi espécies desaparecerem, tribos serem dizimadas, a seca surgir por loucuras que fizemos a partir de inundações, transposições de rios”

A captação fotográfica para esse fotolivro foi toda feita com smartphone – a chamada mobgraphia – assim como todo a edição e tratamento das imagens. Um projeto completamente autoral, com tiragem de 200 exemplares numerados, seu formato é de 16×16 centímetros e contém 72 páginas.

O livro pode ser adquirido a partir de R$ 100, através da campanha de financiamento no Catarse. O envio está previsto para fevereiro de 2018, com o lançamento oficial marcado para acontecer durante o Festival de Fotografia de Tiradentes, que acontecerá de 7 a 11 de março de 2018. Veja algumas imagens do livro:

Foto: Valdemir Cunha
Foto: Valdemir Cunha
Foto: Valdemir Cunha
Foto: Valdemir Cunha
Foto: Valdemir Cunha
Foto: Valdemir Cunha

 

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!