Exposição

Em BH: Hospital Colônia de Barbacena é tema de exposição fotográfica

Imagem: Guilherme Bergamini
congresso de fotografia

A exposição “Eu sou, tu és, ele é, nós somos, vós sois, eles são” do artista visual Guilherme Bergamini propõe uma reflexão sobre os mistérios da mente humana e a responsabilidade individual e social com relação ao tratamento dispensado a indivíduos portadores de sofrimento mental e suas famílias. A mostra segue em cartas no Teatro Marília, em Belo Horizonte, até 11 de junho de 2017, com entrada gratuita.

O trabalho consiste em onze fotografias preto e branco do Hospital Colônia de Barbacena, um hospital psiquiátrico fundado em 1903 na cidade de Barbacena, Minas Gerais, que são sobrepostas com pintura do artista plástico Clifford Dutra, inspirada na fotografia de autoria de Luiz Alfredo Ferreira, repórter fotográfico da extinta revista O Cruzeiro. A exposição traz ainda texto de Luiz Gomide, artista cênico e integrante do elenco da peça “Nos Porões da Loucura”.

Imagem: Guilherme Bergamini

Bergamini alerta para a responsabilidade da sociedade desse que é conhecido como “o holocausto brasileiro”.

“O que aconteceu no Colônia de Barbacena foi uma tragédia. Seres humanos desprezados pela sociedade e, principalmente, pelo Estado. Uma barbárie que nunca deveria ter acontecido. Provoco o público para refletir sobre esse ocorrido. Acredito que a sociedade como um todo e o Estado são responsáveis por tudo o que aconteceu. Minha intenção é sensibilizar as pessoas para que esse fato não caia no esquecimento”, afirma.

Veja mais fotos no site do artista visual.

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!