Estúdio Nu e Sensual

A Playboy não vai mais publicar fotos de mulheres nuas?

congresso de fotografia

É uma clássica desculpa alguém dizer que compra a revista Playboy só para ler os artigos. Sim, é verdade que ela tem ótimos artigos. Mas, convenhamos, muita gente já comprou pelas fotos sensuais. MUITA gente. E algumas dessas pessoas devem ter se assustado ao ler o título da matéria.

Hugh Hefner e as coelhinhas da Playboy em 1960
Hugh Hefner e as coelhinhas da Playboy em 1960

Mas esta é a pura verdade: a Playboy americana não vai mais ter fotos de mulheres nuas em suas páginas a partir de março de 2016. Por que? A revista, que já existe desde 1953, está tentando se adaptar ao mercado e as novas demandas de informação. Hoje a Playboy possui uma tiragem de 800 mil exemplares, o que é assustador se pensarmos que ela já chegou aos 5,6 milhões de revistas vendidas por mês.

O fundador da revista Hugh Hefner dando uma olhada na revista - lendo os artigos da Playboy (ou não)
O fundador da revista Hugh Hefner dando uma olhada na revista – lendo os artigos da Playboy (ou não)

Digamos que, com a quantidade de nudez disponível na internet, tanto fotografias de qualidade quanto aquelas que servem apenas para um propósito puramente sexual, não se depende mais de uma revista para ter disponível imagens de mulheres nuas. Só no ano de 2012, 30% do volume de dados da internet era de conteúdo pornográfico.

bannermeio-sensual

“Agora você está a um clique de distância de qualquer ato imaginável de sexo gratuitamente. E isso é tão  ultrapassado nesta conjuntura”, disse Scott Flanders, executivo-chefe da revista, ao New York Times. Foi Flanders quem levou a proposta da retirada das fotos nuas a Hugh Hefner, fundador e ainda editor-chefe da Playboy.

A 1ª edição da revista Playboy, lançada em 1953 com Marilyn Monroe na capa
A 1ª edição da revista Playboy, lançada em 1953 com Marilyn Monroe na capa

No Brasil, ainda não se sabe o que vai acontecer. A Editora Abril informou que ainda “não há nada decidido” sobre uma mudança no mesmo sentido da edição nacional. “Não sabemos ainda como vai ser o processo nos EUA, não houve qualquer comunicado aos parceiros”, disse Sérgio Xavier, diretor da redação da Playboy brasileira ao G1.

A edição de comemoração de 35 anos da Playboy no Brasil contou com duas capas de Cléo Pires
A edição de comemoração de 35 anos da Playboy no Brasil contou com duas capas de Cléo Pires

A partir de março do ano que vem, a revista vai se focar em leitores entre 18 e 30 anos e as fotos devem ser apenas provocantes. E o que vai ter na Playboy, afinal? Aquilo que todo mundo (diz que) lê: ótimos artigos, conteúdo de qualidade e entrevistas com figuras interessantes.

FONTE: G1, UPDATEORDIE

rodape-sensual

Sobre o autor

Ruca Souza

Ruca Souza é jornalista, redatora publicitária e fez parte do iPhoto Channel de 2015 à 2018. Ela também tem uma banda: www.instagram.com/rucasouza

4 comentários

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!