Equipamentos de fotografia Faça você mesmo

Projeto mescla câmera de médio formado com câmera instantânea

Fotografias instantâneas são mágicas, revelando as imagens diante de nossos olhos logo após terem sido registradas. O único problema é que a maioria das câmeras instantâneas possui uma construção óptica sem muita qualidade. Por isso, o designer Isaac Blankensmith juntou-se com o fotógrafo Eddie Cohen em um projeto com o objetivo de transformar a sua câmera de médio formato em uma câmera instantânea.

O projeto levou 48 horas e foi executado durante um fim de semana. Isaac publicou um artigo no site DIYPhotography, explicando os detalhes. Ele explica que, apesar da Hasselblad já ter criado um back que permite utilizar filmes Polaroid para ajudar os fotógrafos a checarem a iluminação antes de expor o filme, o dispositivo é muito grande, o filme é caro e a área do filme é maior do que a câmera pode expor, resultando em uma exposição descentralizada. Veja abaixo:

Isaac e Eddie começaram desmontando a câmera FujiFilm na tentativa de entender o funcionamento dos mecanismos internos.

Se você vai tentar desmontar qualquer tipo de câmera, Isaac alerta para ter cuidado com o capacitor de flash. Ele armazena energia suficiente para lhe dar um choque. Você pode descarregá-lo encurtando os dois pontos de contato mais próximos do capacitor.

O ejetor é um dos mecanismos mais complicados. À medida que o filme exposto deixa a câmera, ele é puxado por um conjunto de rolos tensionados que espalham uniformemente os produtos químicos de revelação sobre o filme.

Isaac explica que era importante alinhar o filme carregado o mais próximo possível do corpo da câmera, para que a distância focal do visor correspondesse ao filme. Para deixar o filme instantâneo mais próximo do plano de exposição da Hasselblad, eles removeram todos os mecanismos automáticos de ejeção de filme da Fujifilm e optaram por um mecanismo personalizado feito de acrílico cortado a laser.

Um dos maiores desafios foi fazer uma placa de montagem personalizada que correspondesse à parte de trás do Hasselblad e não vazasse luz. “Fizemos um modelo baseado na Hasselblad e cortamos a laser um pedaço de acrílico. Segundo Isaac, a solução funciona bem, mas a luz ainda vaza na luz solar direta.

Veja uma comparação lado-a-lado de um back de filme padrão da Hasselblad e a versão instantânea criada por Isaac e Eddie.

“Nós ficamos muito felizes com nossos primeiros testes. O quadro completo do filme é exposto e as imagens são mais nítidas do que já vimos neste tipo de filme. Ainda há alguns problemas em andamento com vazamentos de luz e com foco por causa da pequena diferença no comprimento do plano focal.”

“Trabalhar sob uma restrição de tempo mostrou-se extremamente útil não apenas para nos manter responsáveis, mas também para nos impedir de pensar demais no design. Tentamos não perder as distintas linguagens de forma de cada câmera, para criar um objeto que parecia o design sueco de 1950 e o design japonês dos anos 90 fundidos.”

Para conhecer mais sobre o trabalho de Isaac, acesse seu siteTwitter ou Instagram.


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto

Cid Costa Neto é redator do iPhoto Channel. Natural de Belo Horizonte, é bacharel em Artes Plásticas com habilitação em Fotografia e pós-graduando em Jornalismo Digital. Atua como Fotógrafo, Professor e Programador Visual.

1 comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Excelente matéria, projeto fantástico, nada mau para um projeto de fim-de-semana. Só um detalhe, o capacitor do flash tem que ser curto-circuitado (colocado em curto-circuito ou curto, simplesmente).

Receba as novidades por e-mail












error: Content is protected !!