Edição

9 fotografias danificadas que pareciam sem conserto

Livros de fotografia

Antigamente era comum termos apenas uma fotografia de um parente ou amigo querido, e com o tempo os danos iam aparecendo, alguns amassados na imagem, rabiscos causados pelas crianças que curiosas mexiam nas caixas de fotografias e ao longo da vida os danos apareciam.

Michelle Spalding conta no Bored Panda que recebe alguns pedidos de restauração de fotografias que sofreram algum tipo de estrago, e com o uso do Photoshop e das ferramentas certas ela consegue ajudar com que essas pessoas tenham novamente imagens novas e lindas. Muitas dessas fotografias, aos olhos de quem não entende do processo de restauração, podem parecer que não há conserto.

Ela explica um pouco da análise dessas imagens em seu artigo. “Grande parte da perda está em áreas que são chamadas de “não-críticas”, o que significa que não há muitas características identificáveis. As transições cuidadosamente evitadas / queimadas nestas áreas irão dar forma ao rosto. As áreas amarelas são onde detalhes críticos foram perdidos. Essas áreas contribuem significativamente para a aparência de uma pessoa. A perda nessas áreas pode ser difícil de restaurar. Mas, novamente, as áreas são relativamente pequenas em relação ao tamanho da cabeça.”

Spalding ainda explica que no processo de digitalização da fotografia danificada pode gerar luzes e sombras que enganam durante a restauração. “As linhas pontilhadas indicam onde estavam as grandes lágrimas e onde preciso prestar atenção ao sombreado, distinguindo o que está na foto vs. sombras causadas pela lâmpada do scanner. O conhecimento da anatomia torna-se crítico neste ponto, para que você possa equilibrar o sombreamento de uma maneira consistente com a forma do crânio e da carne.”

Por isso nada melhor do o que trabalho de um profissional para trazer de volta toda a magia de uma imagem e desta forma preservar história e memória.

Sobre o autor

Eliza Doré

Eliza Doré

Jornalista do iPhoto Channel é formada pela Univali em Comunicação social com ênfase em jornalismo e pós-graduada em Gestão Cultural, estudou fotografia documental em Buenos Aires.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário















error: Content is protected !!