Direito Autoral

Modelo processada argumenta ser coautora de imagem porque sorriu

Foto: Getty Images
Livro de fotografia

A modelo Gigi Hadid está sendo processado por agência por publicar uma imagem sem os direitos autorais. Até aí a notícia parece bem normal mas Hadid está argumentando que o uso da fotografia foi justo pois ela contribui sorrindo.

Com apenas 24 anos de idade Hadid é uma das modelos mais cobiçadas no mundo da moda, sua conta no Instagram conta com 48 milhões de seguidores, onde a modelo publicou uma imagem sua em uma rua em Nova York. A agência que está revogando a imagem é a Xclusive-Lee, Inc.

Foto publicada por The TMCA

Hadid diz que “porque [ela] posou para a câmera e, assim, contribuiu com muitos dos elementos que a lei de direitos autorais busca proteger”. Dessa maneira o que Hadid diz é que como ela posou para a foto é portanto também coautora. Um segundo argumento é que na hora de postar a imagem no Instagram ela havia “editado” de uma maneira a orientar os seguidores a focarem em um elemento da imagem, no caso seu sorriso.

A agência Xclusive diz que as colocações da modelo são um absurdo e que não atende às questões de direitos autorais. “Se a abordagem de Hadid para a emissão de uma licença implícita fosse adotada, os direitos autorais da maioria dos autores do mundo seriam obliterados porque o único requisito para uma licença implícita seria que o assunto de uma obra de arte original seria reivindicar ( não muito convincentemente) que ela piscou, sorriu, acenou com a cabeça ou comunicou sua aceitação ao autor” conclui a agência.

A questão é que a declaração de Hadid pode trazer problemas futuros quanto aos direitos autorais, já pensou se todas as fotografias de paparazzi fossem consideradas coautoria do fotografado? Como ficaria a fotografia documental e o fotojornalismo?

Fonte: PetaPixel

Sobre o autor

Eliza Doré

Eliza Doré

Jornalista do iPhoto Channel é formada pela Univali em Comunicação social com ênfase em jornalismo e pós-graduada em Gestão Cultural, estudou fotografia documental em Buenos Aires.

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário