Colunistas Dicas de Fotografia

Preciso mesmo renomear meus arquivos digitais?

Livros de fotografia

Sim! Pode ser óbvio para uns ou simples para outros, têm aqueles que possam considerar desnecessário ou perda de tempo. A ação de renomear os arquivos digitais, que serão entregues ao seu cliente, faz uma grande diferença não só para ele mas para seu fluxo de trabalho.

Por estes anos na fotografia, pude perceber inúmeros clientes que demostravam-se perdidos na hora de selecionar as imagens para compor o álbum encadernado ou fotolivro. Com a necessidade de melhorar meu workflow e apresentar-me de forma organizada para meu cliente, adaptei um método simples e prático para renomear os arquivos.

Passaremos por 3 etapas distintas que irão facilitar seu dia a dia afim de evitar possíveis contratempos.

Etapa 1 – Renomear na Câmera

Desde a migração do analógico para era digital as fabricantes de câmeras fotográficas dispõe uma formatação padrão para os arquivos digitais e suas extensões. Nas duas marcas que detêm uma grande fatia no mercado, apresentam as seguintes informações:

 

Canon

RAW

IMG_0001.cr2 (sRGB)

_IMG0001.cr2 (Adobe RGB)

JPEG

IMG_0001.jpg (sRGB)

_IMG0001.jpg (Adobe RGB)

Nikon

RAW

DSC_0001.nef (sRGB)

_DSC0001.nef (Adobe RGB)

JPEG

DSC_0001.jpg (sRGB)

_DSC0001.jpg (Adobe RGB)

Isto é o padrão de fábrica no qual é possível customizar com as iniciais do seu nome, da sua empresa ou uma sigla que possa identificar que as imagens geradas daquela câmera pertence a um autor.

Este tipo de nomenclatura é apenas um forma de identificação dos arquivos, pois  quando trabalha-se com uma equipe grande de fotógrafos é possível reconhecer as imagens de cada profissional que atuou naquele determinado evento, tornando-se um facilitador na hora da seleção do material.

FOTO 001

Falando efetivamente de evento social, o casamento exige do profissional da fotografia uma equipe de no mínimo dois fotógrafos ou mais para o registro na integra da celebração deste grande dia. Após fotografar o evento, é realizado o backup e a importação dos arquivos digitais para seleção e edição das imagens. Este é um momento em que muitos passam por dificuldades, pois a probabilidade para a duplicidade de arquivos é muito grande. Por isso, a importância de configurar em sua câmera fotográfica a nomenclatura adequada com seu perfil, evitando um problema pra ganhar tempo para demais tarefas.

No meu caso eu uso a seguinte sigla:

TMF_0001.nef (TMF = Thiago Mangrich Fotografia).

Etapa 2 – Ordem de Serviço

Criar uma sigla para identificar seus arquivos e configurar o copyright em seu equipamento fotográfico é muito importante, lhe dá garantia de autenticidade das imagens do trabalho realizado. Para manter este alinhamento organizacional do seu estúdio, é necessário criar um fluxo de ordem de serviço para catalogar os eventos em suas respectivas datas e segmento. Além de ajudar na busca dos arquivos e trabalhos, é possível controlar a quantidade de eventos para aquele ano e as categorias que mais destacaram-se.

Sigo uma ordem numeral referente ao ano vigente para identificação de cada trabalho, independentemente se for do mesmo cliente ou não, pois realizei mais de um trabalho para ele e não preciso seguir uma ordem padrão, mas sim uma ordem numérica em sequência, por exemplo: 

OS Nome Categoria Data
16001 Rúbia e Thiago Pré Casamento 01/01/2016
16002 Rúbia e Thiago Casamento 15/02/2016
16003 Thaize Book 15 anos 20/03/2016
16004 Rúbia e Thiago Trash The Dress 10/04/2016
16005 Thaize Aniversário 21/04/2016

Esta é apenas uma sugestão para organizar seus eventos do ano de forma cronológica, tornando o acesso as informações do determinando projeto mais prático e rápido.

Etapa 3 – Renomeando os arquivos digitais

Ok, passamos por duas etapas tranquilas, simples e básicas para organizar seu fluxo de trabalho, mas nesta terceira etapa veremos como renomear de forma coerente e eficaz as imagens do evento que você fotografou. O reflexo disto é extremamente positivo, pois irá organizar as imagens do casamento de forma ordenada e cronológica para seu cliente.

Uma situação comum que acontece nas câmeras fotográficas é a sequencia numeral dos ficheiros chegarem ao fim. Também possível configurar o número da pasta que geralmente começa pelo 100, já as imagens começam do numeral TMF_0000.nef até TMF_9999.nef e depois é criado automaticamente um novo ficheiro, uma nova pasta com as imagens capturadas em ordem sequencial.

Quando estas imagens são importadas para o Lightroom elas podem ser filtradas por ordem de hora, nome do arquivo, label, extensão e outros. No entanto, a melhor forma de organizar as imagens no software para iniciar os trabalhos de edição é criar pastas de momentos na seguinte forma:

  • 2016-02-15-rubia_e_thiago
    • raw
      • 01_making-of_noiva
      • 02_making-of_noivo
      • 03_cerominia
      • 04_decoracao
      • 05_recepcao
      • 06_retratos

FOTO 002

Criado as pastas, agora é transportar as imagens de cada momento para suas respectivas pastas.

Assim que suas imagens estiverem editadas e devidamente tratadas, prontas para serem exportadas para jpeg, é nesta hora que será preciso muita atenção para não cometer erros. Todo cuidado é pouco para iniciar o procedimento de renomear os arquivos, é necessário fazê-lo pasta por pasta e o segredo é ter paciência.

Preste atenção nesta sequência…

Dentro da pasta 01_making-of_noiva, certifique-se que estão todas as imagens do making-of da noiva dentro desta pasta, selecione as imagens (CRTL+A para PC ou COMMAND+A para Mac) e renomeie da seguinte forma:

FOTO 003

Dentro da pasta 02_making-of_noivo selecione todas as imagens, atente-se para numeração da última foto da pasta 01_making-of_noiva, pois você dará início a sequência numeral da pasta 02_makin-of_noivo com o número sequente a da última foto do making-of da noiva.

Exemplo:

Caso a última imagem da pasta 01_making-of_noiva for 15034-0145 a primeira foto da pasta 02_making-of_noivo será 15034-0146.

FOTO 004

Este procedimento deve ser realizado de forma ordeira para as demais pastas e ao término você pode tirar a prova real se todas as imagens foram renomeadas com sucesso. Basta apenas conferir a numeração da última foto e comparar com a quantidade de imagens que é indicado na própria pasta do Lr, exemplo:

FOTO 005

 Neste momento você deve estar se perguntando, o que estas 3 etapas de renomear arquivos têm haver com a diagramação?

Têm tudo haver!

Além de organizar seu trabalho, que é um grande benefício, você agiliza seu processo na diagramação e previne a perda de tempo na escolha das imagens para o álbum ou impressão. Se a exportação for realizada com as imagens não renomeadas, será possível encontrar uma imagem ou outra de forma aleatória em sequencias distintas, prejudicando a escolha dos noivos e tardando seu trabalho na hora de procurar os arquivos para diagramar. Uma verdadeira bagunça.

Caso não tenha percebido, a organização feita nas imagens raw em pastas lá dentro do Lightroom já estão em ordem cronológica para a diagramação do álbum de casamento. Todas as imagens estão separadas por momentos que permite uma agradável e coesiva leitura sequencial das imagens. Isto irá auxiliar seu cliente na escolha das imagens e posteriormente na hora da diagramação, seja você fotógrafo o responsável pelo design de álbum ou seu designer.

Espero que este post tenha ampliado seus horizontes do conhecimento e que possa facilitar o dia a dia do seu trabalho.

A #DICAdoPOST de hoje é a organização dos projetos e renomeação dos arquivos digitais, acesse AQUI e baixe o arquivo modelo da Ordem de Serviço em excel para seus projetos.

 

Um grande abraço e até a próxima!

Sobre o autor

Thiago Mangrich

Thiago Mangrich é colunista do iPhoto Channel. Formado em Comunicação Social em Mídia Eletrônicas na Estácio/ASSESC, atua no mercado de trabalho como fotógrafo e designer gráfico desde 2009. Foi responsável pela criação pelo tratamento de imagens, design de álbuns e fotógrafo da Galeria Anderson Miranda. Preocupado com o mercado fotográfico, desenvolveu um projeto para atender as necessidade dos colegas de profissão. PHOTOALBUM DESIGN é um bureau especializado em design de álbuns e soluções para fotógrafos.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

  • a essa hora da madrugada nao vai ar pra absorver o texto todo mas pelo pouquinho que li é exatamente esse tipo de informação que procurava para agilizar meus processos. Obrigado cara