Destaque Dicas de Fotografia Preto e Branco

7 dicas para criar belos retratos em preto e branco

A fotografia em preto e branco atravessa e se confunde com a própria história da fotografia. Continua (e continuará sempre) em alta pela dramaticidade que pode trazer à cena, entre outras características próprias.

Clicar um retrato em preto e branco envolve detalhes específicos na hora da criação. Confira abaixo 7 dicas do fotógrafo John McIntire, publicadas originalmente no DPS.

1. Comece com preto e branco já em mente

Para muitos fotógrafos, preto e branco é mais do que uma escolha criativa na fase de pós-produção; é um estado mental. Se você iniciar a criação de uma imagem sabendo que pretende usar preto e branco, pode tomar medidas para garantir que todos os elementos estarão no lugar certo. É bom lembrar que coisas como contraste, tonalidade, iluminação e expressões apropriadas são difíceis, se não impossíveis, de se consertar depois do clique feito.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

Se você tem dificuldade em imaginar como uma imagem em preto e branco, configure sua câmera para fotografia monocromática. Mas certifique-se antes que você está fotografando em RAW – então todos os dados de cores da sua imagem ainda estarão presentes no arquivo. No Lightroom e Adobe Camera Raw, você pode redefinir a foto de volta para o colorido. Visualizar suas fotos em P&B logo após o clique irá permitir que você tenha uma ideia clara de como os elementos estão funcionando.

2. Os olhos são mais importantes do que nunca

A parte mais importante da maioria dos retratos são os olhos. Eles são geralmente o ponto focal da imagem. Isto é especialmente verdadeiro com preto e branco. Com a omissão de cor, uma imagem em preto e branco dá mais atenção às emoções, formas e linhas. E os olhos chamam a atenção imediata de seus espectadores. Certifique-se de que os olhos estão bem iluminados e focados.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

3. Expressões são enfatizadas

Assim como os olhos, outras características faciais tornam-se mais proeminentes em um retrato preto e branco. Você pode usar isso a seu favor para transmitir emoções em suas imagens. Mesmo pequenas mudanças na expressão de seu assunto podem fazer a diferença. Aqui está um exercício: prepare uma lista de palavras ou frases e peça a seus assuntos para reagir com o que sentem a cada coisa que é dita.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

As palavras que você escolher podem ser descrições simples de emoção como: amor, tristeza, alegria, raiva e melancolia. Para mais diversas expressões tente palavras abstratas, ou aquelas engraçadas como: cheeseburger, política, Teletubbies ou “Hulk esmaga”. Como um bônus, isso às vezes funciona muito bem para aliviar o clima quando você está fotografando um sujeito que é tímido, tenso ou fica nervoso durante uma sessão.

4. Iluminação é uma preferência pessoal e de intenção

Quando se trata de iluminação para um retrato preto e branco, não há regras rígidas e rápidas. Se você gosta de imagens de alto contraste com gradações de tom duro, escolha uma fonte de luz mais dura. Se você gosta de tons suaves e imagens mais sutis, então você usa uma fonte de luz mais suave, naturalmente. Aqui depende de seu gosto e do que você deseja passar: rigidez ou suavidade, por exemplo.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

Iluminação em P&B é muito mais uma preferência pessoal. Dica prática: se você não tiver certeza de qual é a sua preferida, tente encontrar os dez primeiros retratos em preto e branco que se destacam mais para você e veja se consegue desconstruí-los em termos de iluminação.

5. Adicione contraste com a luz

Se você quiser criar alto contraste em fotos preto e branco, o melhor conselho é fazer isso com a iluminação primeiro, não no Photoshop. Pequenos ajustes globais podem ser feitos no software e não vão machucar suas imagens, mas definitivamente não é a melhor opção. No Photoshop, tente limitar esse ajuste entre + 15 / -15. O ponto-chave é a sutileza. Faça experimentos com sua iluminação até conseguir, já no clique, o contraste que imagina.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

6. Você não pode salvar uma imagem ruim transformando em preto e branco

Se você estiver trabalhando em uma imagem que sente que não ficou boa, e você se pergunta se ele vai funcionar em preto e branco, a resposta provavelmente é não. Um tratamento em preto e branco muitas vezes enfatiza as falhas que fizeram você questionar a qualidade daquela imagem no primeiro momento. E uma foto ruim é uma foto ruim, independente do seu esquema de cores.

7. Escolha preto e branco ao invés de colorido

Certos assuntos gritam para ser fotografados em preto e branco. Outros temas podem não ser tão óbvios. Removendo o elemento cor, você pode mudar completamente como um objeto ou cena é percebido. Quando você quiser garantir que seu espectador foque em um determinado elemento, a cor pode se tornar uma distração. Tente removê-la.

Foto: John McIntire
Foto: John McIntire

Esta foto aqui colorida é a mesma da 2ª dica. Agora, observando as duas, pergunte a si mesmo: Como a percepção da foto mudou? O que você notou pela primeira vez em cada uma das imagens? Você se sente diferente ou pensa de forma diferente quando vê em cores e depois em preto e branco? Com sorte, você poderá notar que, apesar de cores fortes criarem imagens vívidas, a sua ausência de cores pode fazer isso também.

banner-iphotofair


Assine nossa newsletter e fique informado :)

Ruca Souza

Adicione um comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidades por e-mail












error: Content is protected !!