Câmeras, lentes e iluminação Dicas de Fotografia

4 esquemas de iluminação para fazer em suas fotos inspiradas nas obras de Caravaggio

Michelangelo Merisi, mais conhecido como Caravaggio, foi um dos maiores pintores italianos durante o Renascimento. Seu trabalho exerceu influência importante no estilo barroco e até hoje é referência nas artes por causa da iluminação dramática de suas obras.

Inspirado na obra do pintor e nos filmes noir, Fletcher Murray, do canal Advancing Your Photography, criou um vídeo onde apresenta 4 esquemas de iluminação que podem ser facilmente produzidas utilizando objetos do nosso cotidiano. Assista abaixo:

  1. Na primeira configuração, Murray usa duas luminárias de mesa e papel preto para direcionar a luz principal a partir de dois pontos opostos, na parte superior da cena. A luminária sobre a mesa cria a luz de preenchimento.
  2. Na segunda montagem, ele usa uma lâmpada dicróica MR16 no teto com um gel azul para difusão como luz principal e um ProGear 1000 Lighthouse Beacon – uma espécie de lanterna que é normalmente utilizada presa na cabeça para atividades noturnas ao ar livre – como luz de recorte.
  3. No terceiro esquema de iluminação, Murray utiliza os faróis frontais de um automóvel como luz principal e as luzes traseiras rebatidas em um muro como preenchimento.
  4. Na quarta configuração, assim como no exemplo anterior, ele usa os faróis do automóvel, mas dessa vez para iluminar o fundo, enquanto os carros que passam na rua criam uma iluminação de preenchimento momentânea, relevando o rosto da atriz.

Abaixo algumas obras importantes de Caravaggio.

Pintura “O Chamado de Mateus” de Caravaggio
Pintura “Narciso” de Caravaggio
Pintura “A Incredulidade de Tomé” de Caravaggio
Pintura “Flagelação de Cristo” de Caravaggio

Sobre o autor

Cid Costa Neto

Natural de Belo Horizonte, formado em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Minas Gerais com habilitação em Fotografia. Desde 2009 atua profissionalmente como fotógrafo e programador visual. Em 2010 criou o site Resumo Fotográfico. É ex-colaborador da Revista FVC (2011-2012). Foi Professor de Fotografia no Centro de Extensão da Escola Guignard (2013-2016).

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário