Colunistas Dicas de Fotografia Profissão: fotógrafo

2017 será o fim da sua carreira como fotógrafo?

Foto: Unsplash
Livro de fotografia

Um título assustador, não é mesmo? Bom, desculpe o terrorismo, mas o objetivo era mesmo impactar e levar você a questionar a quantas anda a sua carreira. Se a sua conclusão foi a de que está tudo errado e a desmotivação te consome, sinto muito em confirmar o que você provavelmente intui: o fim da sua carreira já começou. Por outro lado, se você acredita que chegou onde queria chegar e conquistou todos os seus objetivos, sinto muito, mas a sua carreira também acaba neste ano. O que eu tenho a dizer neste artigo é simples: sem um objetivo e um planejamento, sua carreira como fotógrafo tem data para acabar.

Desde que comecei minha trajetória na fotografia, há 14 anos, venho experimentando momentos altos e baixos. O tempo e a experiência ensinam muito. Mas, ao mesmo tempo, a rotina muitas vezes acaba nos deixando em um estado de inércia. Nesse comodismo vamos vivendo dia após dia, deixando de pensar no futuro, de traçar metas e planejar ações efetivas para que nossos sonhos se realizem.

É importante termos objetivos a curto, médio e longo prazo. E para que esses objetivos sejam alcançados, um planejamento, com metas e um cronograma, além de ações que possam ser efetivamente colocadas em prática.

Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

Por exemplo: meu objetivo hoje é conseguir passar mais tempo com a minha família. Para isso, minha meta é reduzir em 20% a quantidade de trabalho, mas ao mesmo tempo, preciso faturar pelo menos o mesmo tanto ou até mais do que venho ganhando. A forma para concretizar este plano é agregando valor ao meu trabalho, de forma que eu possa cobrar mais pelo mesmo serviço. Consequentemente, terei que investir em estratégias para melhorar minha imagem no mercado.

Perceba que por trás de um objetivo tracei várias metas e ações que devem ser empregadas para que eu atinja este sonho. Assim é a definição de objetivos e de um planejamento estratégico. E são por esses dois elementos pelos quais eu guio a minha carreira e o meu dia-a-dia.

Vez ou outra precisamos de alguns chacoalhões que nos mostrem que estamos neste estado de contemplação perante nossa própria vida. Espero que este artigo possa servir como o gatilho necessário para os colegas que estão nesta posição, às vezes até mesmo sem saber.

Mas não vou apenas jogar a bomba e sair correndo. Não seria do meu feitio apenas apontar o dedo para o problema sem propor soluções. Por isto, sugiro a seguir 4 ações concretas para você definir um objetivo e traçar um planejamento na sua carreira de fotógrafo.

 1. Conhecimento técnico

Muitos fotógrafos iniciam na carreira quando decidem transformar um hobby ou uma aptidão natural para a fotografia em uma profissão. Por um lado essa característica é positiva, pois garante que os profissionais da área sejam pessoas que realmente amam o que fazem e, com isso, a tendência é de que sejam mais felizes com a carreira.

Por outro lado, amadores que viram profissionais podem, muitas vezes, pecar no quesito conhecimento técnico. Amar e ter aptidão para alguma tarefa não significa necessariamente que você seja bom em executá-la. Um fotógrafo que se propõe a ser profissional não faz mais que a sua obrigação ao saber o básico da fotografia.

O básico, como bem diz a palavra, é fundamental, mas não é suficiente para um fotógrafo que deseja construir uma carreira. É preciso ir além. Investir em capacitação, ser curioso, manter-se atualizado em suas referências e em novas tecnologias.

Foto: Unsplash
Foto: Unsplash

2. Auto-análise

Depois de garantir que se tem o conhecimento técnico e experimentar diferente estilos , o fotógrafo profissional deve fazer uma auto-análise para identificar o que realmente o motiva na fotografia. Por sorte, a área permite que exploremos variados estilos, não só na imagem, mas na rotina profissional em si.

Quem opta por ser fotógrafo de casamento não apenas deve ter mais sensibilidade para captar emoções, como também deve estar apto a um estilo de vida que demanda sacrificar os finais de semana, por exemplo.

Já no caso de um fotógrafo de moda seu conhecimento técnico deverá ser aprofundado. O profissional que opta por este desafio deverá conhecer sobre as técnicas da fotografia, mas também sobre o mundo da moda, a composição de tecidos e texturas e até mesmo sobre a anatomia do corpo, para saber orientar a modelo. Saber em qual estilo você se enquadra é fundamental para planejar uma carreira.

Foto: Gourav Ahir
Foto: Gourav Ahir

 3. Mapear o mercado

Com a auto-análise feita, você já sabe qual área tem mais afinidade, mas será que o contexto do mercado é favorável a você? A boa notícia é que mesmo se a resposta for “não”, isso não significa que você precisa, necessariamente, mudar seus planos. A diferença é que precisará ter, ainda mais, conhecimento do mercado em que deseja atuar.

Conhecer a fundo o caminho onde se está pisando é a chave para encontrar o diferencial que pode significar o seu sucesso no mercado. Pesquise sobre o passado do setor, procure organizações e empresas especializadas na área (se é fotografia de formaturas, por exemplo, vá atrás de cerimoniais), converse com as pessoas que atuam no setor e com os clientes.

Foto: Picjumbo
Foto: Picjumbo

 4. Saber vender

Não saber se vender é um erro que muitos profissionais cometem, não apenas os da fotografia. No nosso caso, muitos não sabem fazer o marketing pessoal, que são estratégias para ressaltar e divulgar as suas próprias qualidades, fortalecendo sua imagem. Não confunda o marketing pessoal com publicidade, pois o primeiro é muito mais sutil e não invasivo. Pequenas estratégias como se vestir de maneira apropriada ou divulgar nas redes sociais quando estiver fazendo um trabalho, podem alavancar seu marketing pessoal.

Além disso, muitos fotógrafos pecam em não saber agregar venda a um produto básico. Por exemplo: se você fechou um pacote para ensaio fotográfico de uma gestante, no dia da entrega do material, aproveite para oferecer um desconto no ensaio newborn para aquele bebê.

Foto: Pineapple Supply
Foto: Pineapple Supply

Sobre o autor

Guilherme Antunes

Guilherme Antunes é colunista do iPhoto Channel. Fotógrafo profissional graduado com honras pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Antunes atua há 13 anos com fotografia, sendo 5 deles dedicados à fotografia e filmagem casamento, realizando trabalhos em Florianópolis, Curitiba, Joinville e Blumenau/SC

Adicionar um comentário

Clique aqui para postar um comentário